Brasil vai criar programa de C&T em parceria com o sistema empresarial

Brasil vai criar programa de C&T em parceria com o sistema empresarial

Ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Clelio Campolina Diniz, anuncia a nova edição do programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Clelio Campolina Diniz, disse nesta sexta-feira (6) que recebeu sinal verde da Presidência da República para dar continuidade a um projeto de desenvolvimento do país que aproxime educação e ciência e tecnologia (C&T) do setor empresarial.

“Estamos acompanhando todas as experiências internacionais e entendemos que essa mobilização é necessária, não só na área governamental. O Brasil é um país capitalista, de empresas privadas, e quem materializa a inovação é o sistema produtivo, isso no mundo inteiro”, disse Campolina.

Segundo o ministro, a ideia é construir um programa de longo prazo, com plataformas consistentes para a aplicação prática. “Muitos recursos já estão sendo gastos dentro do sistema acadêmico-universitário brasileiro e já existem as ações de fomento como, por exemplo, o Inova Empresa, em que o BNDES [Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social] e a Finep [Financiadora de Estudos e Projetos] estão financiando as empresas. Então, será uma maneira de organizar isso e dar uma orientação mais robusta para o desenvolvimento do país”, ponderou.

Campolina explicou que o programa atenderá questões estruturais de C&T, mas que não tem previsão orçamentária para este ano. “Se nós conseguirmos montar as plataformas e implementá-las a partir do ano que vem estamos satisfeitos. Sempre pensando que C&T e educação tem que estar orientadas para reduzir as desigualdades sociais e regionais e para melhorar a posição do Brasil na ordem global”.

O anúncio foi feito durante o lançamento do edital da nova fase do Programa Institutos Nacionais de Ciência e Tecnologia (Incts), que vai destinar R$ 641,7 milhões para consolidar as unidades de pesquisa e estimular novas redes de cooperação.

“Os Incts combinam os grupos mais avançados do conhecimento científico brasileiro, permitem não só dar continuidade à produção científica, como irrigar o sistema acadêmico-universitário e fazer a ponte com o sistema produtivo”, disse o ministro.

Para Campolina, o edital é um passo decisivo para dar continuidade ao projeto, que começou com o Programa Institutos do Milênio e o Programa de Apoio a Núcleos de Excelência (Pronex). “A minha expectativa é a mais positiva possível para esse trabalho que está sendo feito e agora, com mais recursos e com mobilização das FAPs [fundações de amparo à pesquisa] dos estados. Isso é muito importante porque contribuirá para diminuir as desigualdades regionais no Brasil e incrementar o conhecimento científico em todas as regiões”, explicou.

 Andreia Verdélio / Agência Brasil

Watch fashion at Academy Awards live
free games online The Definitive Sourcebook Buy Now

Looking for a good cashmere scarf thats cheap
free online games The trick here is to wear other dark colors

How to Dress a Size 16
cheapest flights How To Find Free Fleece Hat Patterns

Ethnic style in fashion history
forever 21 learn how to concepts during clothing fashion week

Luxury products like Timberland boots are not dream
free online games He forgotten more about menswear than MFA will ever know

The Top 8 advantages of titanium rings
jeu gratuit Fashion Clothing Tips for Short Women

The Best Diamond Engagement Ring Styles
games So remember again

Fashion Star winner Kara Laricks unveils exclusive H collection
kleider mixed with checks

Compartilhar