3.059 professores serão contratados para as federais

3.059 professores serão contratados para as federais

O governo autorizou ontem a contratação este ano de 3.059 professores para as universidades federais. Todas as novas vagas serão em regime temporário (por até um ano).

O Ministério da Educação argumenta que os postos temporários visam a atender às demandas das instituições -em expansão-, enquanto não são criadas vagas efetivas.

Um projeto de lei para criar 19 mil postos efetivos foi enviado em 2011 ao Congresso e aguarda votação. Há 67 mil professores nas federais.

As contratações serão feitas pelo programa Reuni, do MEC, criado em 2007 e que prevê expansão da estrutura física e do total de cursos.

Os novos docentes começarão a ser integrados em março. A portaria prevê a contratação entre março e agosto de 900 professores para o regime de 40 horas e a mesma quantidade para 20 horas. Entre abril e setembro, serão integrados 629 para 40 horas e 630, para 20 horas.

O MEC deve publicar esta semana portaria com a distribuição das novas vagas entre as 59 universidades federais.

Essa é a segunda contratação de professores temporários para o Reuni. A anterior, no primeiro semestre de 2011, envolveu 3.591 docentes.

Esses contratos estão sendo encerrados este ano -por isso, segundo o MEC, há a necessidade de novas vagas.

Compartilhar