Ubaldo Balthazar toma posse como reitor da UFSC

O novo reitor da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Ubaldo Cesar Balthazar, tomou posse, nesta sexta-feira, 27, na sede do MEC, em Brasília. A solenidade de posse, que dá início a uma gestão de quatro anos, contou com a presença do ministro da Educação Rossieli Soares.

Ubaldo Balthazar, 65 anos, é doutor em direito pela Universidade Livre de Bruxelas (Bélgica), mestre em direito e professor titular, em regime de dedicação exclusiva, da UFSC. “Será um processo de aprendizado importante, uma vez que estou agora do outro lado do balcão”, disse.

“A Universidade Federal de Santa Catarina tem mais de 28 mil alunos de graduação e é muito importante para a região”, destacou o ministro. “Tenho certeza que o magnífico reitor Ubaldo Balthazar vai fazer um ótimo trabalho e colocar a universidade pensando para frente. Desejamos muito que essa instituição continue crescendo e sendo muito significativa para Santa Catarina, ou seja, muito mais do que já é”, destacou o ministro.

Transição

O novo reitor da UFSC conta que toda a equipe da universidade já está trabalhando, nos últimos nove meses, para que a transição ocorra de forma tranquila e serena. “Temos um grande desafio pela frente”, disse. “Com o processo eleitoral e agora a nomeação e posse, passamos por uma transição e pretendemos implementar, ao longo dos próximos quatro anos, um plano de gestão que é composto por aproximadamente 460 ações.

Segundo Ubaldo, a meta é trabalhar para trazer ainda mais prestígio à universidade catarinense. “São ações perfeitamente factíveis e que, quando realizadas, vão colocar nossa universidade em um posto ainda superior àquele em que ela já se encontra. A Universidade Federal de Santa Catarina é a sexta melhor universidade brasileira, a quarta melhor universidade pública federal e a décima segunda da América Latina. O desafio agora é trabalhar com a equipe muito bem montada e que já vem desempenhando um ótimo trabalho nos últimos anos para que possamos superar as dificuldades.

Com informações da Assessoria de Comunicação do MEC.

Compartilhe: