UFSC – Estudo discute saúde mental e intervenções psicológicas diante da pandemia de Covid-19

UFSC – Estudo discute saúde mental e intervenções psicológicas diante da pandemia de Covid-19

Professores do Departamento de Física do Centro de Ciências Físicas e Matemáticas (CFM) da UFSC, Rodrigo Pereira Rocha e Jeferson de Lima Tomazelli desenvolveram um modelo para subsidiar políticas de isolamento social por conta da pandemia de Covid-19, descrito no artigo Isolamento Social e Distanciamento entre Políticas Públicas e Demandas Sociais.

De acordo com os autores, “um dos principais problemas no enfrentamento da crise gerada pela disseminação da Covid-19 em nosso país é a desinformação, que compromete a adesão da população às medidas preventivas que devem ser adotadas para a redução do risco de contágio. Atualmente, o maior desafio para esse controle por parte do Estado é a subnotificação de casos, em particular o número insuficiente de testes que permitem identificar os portadores da doença”.

O trabalho discute as “limitações do modelo teórico utilizado para descrever a evolução do número de indivíduos suscetíveis, infectados e recuperados ao longo da epidemia, e a sensibilidade do ajuste de seus parâmetros aos dados referentes ao número de novos casos registrados da Covid-19. Construímos um modelo mais geral, levando em conta eventos de natureza probabilística; através de simulações, analisamos a questão da subnotificação, descortinando a fragilidade das medidas de isolamento social em base aos registros de novos casos”.

Mais informações no artigo.

Compartilhar