A Editora UFMG lança no Brasil primeira tradução da obra de Gayatri Spivak

A Editora UFMG lança no Brasil primeira tradução da obra de Gayatri Spivak

A Editora UFMG acaba de lançar em português o livro Pode o subalterno falar?,  da autora indiana Gayatri Spivak. Considerada um dos nomes mais relevantes da crítica cultural contemporânea, Spivak  transita por várias áreas do conhecimento. Segundo Sandra Almeida, coordenadora do Centro de Estudos sobre a Índia da UFMG e autora do prefácio, sua crítica desafia os discursos hegemônicos e procura influenciar a forma como lemos e apreendemos o mundo contemporâneo. De base marxista, pós-estruturalista e desconstrucionista, o trabalho de Spivak frequentemente se alia a posturas teóricas que abordam o feminismo contemporâneo, o pós-colonialismo e mais recentemente, as teorias do multiculturalismo e da globalização.

 

O artigo “Pode o subalterno falar?”, publicado primeiramente em 1985, no periódico Wedge, com o subtítulo “Especulações sobre o sacrifício das viúvas”, recebeu notória repercussão, principalmente após ter sido republicado, em 1998, na coletânea de artigos intitulada Marxism and the Interpretation of Culture, organizada por Cary Nelson e Larry Grossberg.

 

Para Spivak, se o discurso do subalterno é silenciado, a mulher subalterna encontra-se em uma posição ainda mais periférica pelos problemas subjacentes ao gênero. A autora relata a história de uma jovem indiana que não pode se autorrepresentar fora do contexto patriarcal e pós-colonial. Com esse exemplo, Spivak demonstra que o subalterno, neste caso a mulher, não pode falar e quando tenta fazê-lo não encontra meios para se fazer ouvir. Sandra Almeida esclarece que o livro continua sendo uma referência não apenas para os estudos pós-coloniais, mas também para os estudos culturais e para a crítica feminista ao indagar as formas de repressão dos sujeitos subalternos, interrogando a própria cumplicidade dos intelectuais contemporâneos nesse processo.

 

Pode o subalterno falar?

Gayatri Chakravorty Spivak

Sandra Regina Goulart Almeida; Marcos Pereira Feitosa; André Pereira (Tradução)

Editora UFMG

Área: Política e Cultura

Coleção: Babel

2010. 133 p. ISBN: 978-85-7041-816-6

Preço: R$ 26,00

                                                                                                                                                                                                                 

Sobre a autora:

Gayatri Chakravorty Spivak nasceu em Calcutá, Índia. É professora do Departamento de Inglês e Literatura Comparada da Universidade de Columbia, Nova York. Doutorou-se em Literatura Comparada pela Universidade de Cornell e concentra seus estudos acadêmicos principalmente nas áreas de feminismo, marxismo, desconstrução e globalização. É autora de A Critique of Postcolonial Reason: Towards a History of the Vanishing Present (1999), Death of a Discipline (2003),  Other Asias (2005), entre outros. Traduziu, para o inglês,  Gramatologia, de Jacques Derrida. 

Compartilhar