Ações afirmativas nas universidades são debatidas na UFRGS

Ações afirmativas nas universidades são debatidas na UFRGS

Menos de um mês depois que o Estatuto da Igualdade Racial foi sancionado no Brasil, Porto Alegre terá a oportunidade de discutir experiências concretas de políticas implementadas no contexto universitário. Aberto ao público, o I Seminário de Ações Afirmativas será promovido pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul nos próximos dias 18, 19 e 20 de agosto, reunindo especialistas, alunos cotistas e toda a comunidade para debater sua experiência e a de outras instituições brasileiras.

Há dois anos e meio, a UFRGS começou a receber estudantes por meio da reserva de vagas, como parte de sua política de democratização do acesso ao ensino público superior. No seminário, o professor Valter Roberto Silvério, da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) falará sobre Educação, diversidade e excelência acadêmica. Do corpo docente da UFRGS, palestrarão a socióloga Arabela Campos Oliven e a antropóloga Denise Jardim, que realizou uma exposição durante a Audiência Pública sobre Políticas de Ação Afirmativa de Reserva de Vagas no Ensino Superior, em março deste ano, no Supremo Tribunal Federal.

O seminário funcionará também como um espaço de encontro dos estudantes cotistas, permitindo que eles participem da construção da política de ações afirmativas. Representantes da Procuradoria Geral do Estado do Rio Grande do Sul, da Associação de Apoio ao Estudante Afro, entre outras entidades, estarão presentes. Grupos musicais indígenas e de cultura negra farão uma apresentação de encerramento das atividades.

As inscrições para o I Seminário de Ações Afirmativas acontecem até a próxima terça-feira, dia 17. O evento será realizado no Salão de Festas da Reitoria da UFRGS (Av. Paulo Gama, 110, segundo andar – Campus Centro). Mais informações pelo e-mail
comissaodeacompanhamento@ufrgs.br ou no site www.prograd.ufrgs.br/prograd-1/acoes-afirmativas/i-seminario.

Compartilhar