Andifes apóia transformação dos Cefets em Universidades Tecnológicas

Andifes apóia transformação dos Cefets em Universidades Tecnológicas

Durante evento do Cefet-MG, docentes discutem transformação da unidade em Universidade Tecnológica

O presidente da Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) Alan Barbiero participou, no último dia 24, do 1º Encontro de Docentes dos Programas de Pós-Graduação do Cefet-MG, realizado em Ouro Preto. Durante o evento, o reitor apresentou o Programa de Apoio à Pós-Graduação das Ifes, o PAPG-Ifes, proposta formatada pela Andifes para impulsionar a pós-graduação nas Ifes por meio da criação de mestrados e doutorados em todo o país.

O Encontro abordou temas como os critérios de avaliação dos programas de pós-graduação, programas de bolsas no país, programas e ações à capacitação de docentes do Cefet-MG, o futuro da pós-graduação no Cefet-MG, inovação tecnológica e proteção à propriedade intelectual.

Além das discussões sobre a pós-graduação na instituição, o tema da transformação do Cefet-MG em Universidade Tecnológica também permeou a programação do evento, devido ao anúncio, feito no Fórum Mundial de Educação Tecnológica, de que o modelo de instituição não será autorizado ainda neste governo.

O Conselho Pleno da Andifes já deliberou pelo apoio à transformação dos Cefets em universidades tecnológicas, posição defendida oficialmente pela Associação. A notícia afeta dois dos associados à instituição, os Cefets de Minas Gerais e Rio de Janeiro. Durante o Encontro, os docentes do Cefet-MG também aprovaram uma moção de apoio à questão.

A nota aprovada pelos docentes do Cefet-MG, relativa à matéria “MEC barra planos do CEFET”, publicada na edição de 24 de novembro de 2009, do jornal Estado de Minas, manifesta “apoio à demanda histórica da comunidade desta instituição pela transformação do CEFET-MG em Universidade Tecnológica Federal, mantendo e expandindo a atual oferta de cursos de ensino técnico profissional de nível médio, de graduação e de pós-graduação, com qualidade e excelência nacionalmente reconhecidas”.

Compartilhar