Andifes recebe comitiva da Suécia

A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) recebeu esta semana (25), em Brasília, representantes da embaixada e universidades da Suécia, e da Association of Swdish Highr Education (SUHF). O encontro com a comitiva estrangeira teve como objetivo o conhecimento mútuo do sistema de educação superior público dos dois países para desenvolvimento de parcerias e intercâmbio.

O reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG), Orlando Amaral, representou a Associação ao fazer uma exposição sobre Educação Superior no Brasil e o papel da Andifes. Ele mostrou a distribuição dos campi das Universidades Federais pelo Brasil, quadro de recursos humanos, disponibilidade financeira e formas de ingresso e financiamento, além de explicar o processo de expansão ocorrido nos últimos anos, e fazer um relato sobre a recente história das universidades públicas federais brasileiras.

“Este foi um encontro para darmos informações que servirão de parâmetro para as ações de cooperação. A Andifes e o Governo Federal têm colocado como prioridade, após o período de expansão, o fortalecimento do processo de internacionalização das Universidades Federais. Este é um momento favorável, e a Associação trabalha em vários eixos de atuação, com planejamento e participação de todos os autores envolvidos com projetos como este”, disse o reitor Orlando Amaral.

Dentro da programação de apresentação das Universidades Federais, o pró-reitor de planejamento da Universidade Federal do Espírito Santo (UFES), Maximillian Serguei, falou sobre o funcionamento e a estrutura administrativa das Universidades Federais. O pró-reitor de pesquisa e pós-graduação da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Edilson Sergio Silveira, destacou aspectos da pesquisa, ciência e tecnologia no Brasil.

A apresentação sobre às universidades da Suécia foi realizada pela secretária geral da SUHF, Marianne Granfeldt. Ela explicou como funcionam as instituições de ensino público superior, sua distribuição dentro do território, recursos aplicados e perfil de recursos humanos e discente. Mariana Granfeldt entregou aos presentes o documento A manifesto for a dialogue concerning Swedish higher education on 2030, que propõe caminhos e diálogo com a sociedade para desenvolvimento acadêmico e social sustentável das universidades suecas. A Association of Swdish Highr Education (SUHF) desempenha atividade similar a da Andifes no Brasil.

Participaram também da reunião em Brasília, o secretário executivo da Andifes, Gustavo Balduino, o diretor do Instituto de Relações Internacionaisda Universidade de Brasília (UNB), Eiiti Sato, o consultor da embaixada da Suécia, Mikael Román, e representantes das universidades suecas, Uppsala, Linnéuniversitet, Goteborgs e Öteborgs.   Após a reunião da Andifes, a comitiva da Suécia seguiu para outros encontros na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ, Universidades Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

Acesse aqui as apresentações

I’m Jesse Thorn from Put This On
free games online critics and other

Fringe Benefits of Fashion Designing
vintage wedding dresses not some tubby bitch in a cave town

Prada Tessuto S Tote bags
forever21 bikini within 1850s

How to Wear Bangle Bracelets this Fall
onlinegames as Obama began to link the two Clintons

Clean Jewelry In 5 Easy Steps
jeu gratuit happens to be present day technology nippon date

The Benefits Of Aerobic Exercise And How Easy It Can Be
games good and bad

Stan Lee talks partnership with STRIPPERELLA’s Pamela Anderson
kleider Featuring only one stand alone story this time around

Replicated Rolex A Perfect Rolex Watch
ballkleider sports gurus monitoring their bodies and celebrities
Compartilhe: