Andifes recebe homenagem do CNPq

Andifes recebe homenagem do CNPq

O Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a mais antiga agência de fomento a ciência e tecnologia do Brasil, completa 58 anos de apoio ao desenvolvimento do país neste mês de abril. A cerimônia de comemoração será na sede da Agência, em Brasília, nesta terça-feira, dia 14 de abril, às 11h, e contará com a presença do ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, entre outras autoridades, pesquisadores e representantes da comunidade acadêmica, servidores e parceiros do CNPq. A Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) receberá uma "Menção Especial de Agradecimento", em reconhecimento aos serviços prestados ao crescimento, desenvolvimento e aprimoramento científico e tecnológico do país. O 1º vice-presidente da Andifes, reitor Edward Madureira Brasil (UFG) representará a entidade na premiação. Durante a comemoração, será observado um minuto de silencio em memória do cientista e ex-presidente do CNPq, Crodowaldo Pavan, falecido no início deste mês.

Uma comemoração que estampa mais de 84 mil bolsas, a serem concedidas no ano de 2009, para apoiar desde estudantes do Ensino Fundamental, com as bolsas de Iniciação Científica Júnior, até pesquisadores no mais alto nível, com as bolsas de Produtividade em Pesquisa, em todas as áreas do conhecimento.

Os expressivos avanços conquistados nesses 58 anos tiveram uma importante contribuição: o trabalho dos pesquisadores do CNPq. Cientistas, que desde jovens se dedicaram às pesquisas científicas e tecnológicas no país. E para homenagear estes personagens da história da agência, o CNPq irá entregar durante a cerimônia o título de Pesquisador Emérito, concedido para pesquisadores brasileiros ou estrangeiros, radicados no Brasil há pelo menos 10 anos, que prestaram relevantes contribuições para o país.

Homenageados

Em 2009 serão homenageados como Pesquisadores Eméritos do CNPq na área de Ciências da Vida os médicos Adib Domingos Jatene, do Hospital do Coração, Antonio Paes de Carvalho, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, e Darcy Fontoura de Almeida, da Universidade Federal do Rio de Janeiro; nas Ciências Exatas, da Terra e Engenharias, os engenheiros Fernando de Souza Barros, da Universidade Federal do Rio de Janeiro, e Hermano de Medeiros Ferreira Tavares, Universidade Estadual de Campinas; e nas Ciências Humanas e Sociais, a economista Maria da Conceição de Almeida Tavares, da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Outro reconhecimento será para as instituições parceiras do CNPq que contribuíram com o desenvolvimento da ciência brasileira com significativos serviços prestados ao crescimento, aprimoramento e divulgação da agência, com a Menção Especial de Agradecimento. Serão homenageadas as Secretarias de Defesa Agropecuária, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), e Secretaria Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional, do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), a Academia Brasileira de Ciências (ABC), a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), e a Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC).

Compartilhar