Conselho Pleno da Andifes recebe Procuradoria-geral da União, Ebserh e Fasubra

No segundo dia de reunião do Conselho Pleno (22), a Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) recebeu representantes da Fasubra Sindical, da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), além do procurador-geral federal, Cleso Fonseca Filho.

Durante a manhã, os coordenadores da Fasubra, Rogério Marzola, Fátima Reis e Francisco de Assis, acompanhados pelos delegados do Comando Nacional de Greve (CNG), apresentaram as reivindicações da greve nacional dos trabalhadores técnico-administrativos em educação, prevista para o dia 28 de novembro. Além do histórico de reivindicações da categoria, a federação pede o cumprimento do Termo de Acordo, assinado após a greve de 2015. Os coordenadores também solicitaram uma reunião com o Fórum de Dirigentes de Gestão de Pessoas das Instituições Federais de Ensino Técnico, Científico e Tecnológico (Forgep) e setores que compõem a Comissão Nacional de Supervisão da Carreira (CNS), instituída pela Lei 11.091/05, para propor ações e mudanças na carreira dos trabalhadores das instituições federais de ensino. “Diante da ameaça de reestruturação das carreiras no serviço público por parte do governo, deixando de fora as entidades sindicais, é de interesse da FASUBRA aprimorar a carreira e não destruí-la”, explicou Marzola.

Já no período da tarde, o presidente da Ebserh, Kleber Morais, apresentou a empresa e projetos que visam à melhoria do ensino e da pesquisa. “Os hospitais universitários têm a obrigação de serem os melhores do país, pois ali nós formamos os profissionais que atuam na área de atenção à saúde. Para cumprirmos essa missão, a parceria que mantemos com as universidades é de suma importância. Por isso esse momento de integração entre nossos superintendentes e os reitores das universidades é tão relevante”, afirmou.

Para encerrar a CLXIX reunião do Conselho Pleno, o procurador-geral federal, Cleso Fonseca, apresentou a Equipe Nacional de Licitações e Contratos (Enalic), iniciativa da Advocacia-geral da União para nacionalizar a atividade de consultoria jurídica em matéria de licitações e contratos das autarquias e fundações públicas federais. “O trabalho da Enalic auxilia na administração das cerca de 160 autarquias e fundações públicas federais, caso aceitem a metodologia proposta e incorporem a padronização de procedimentos e uniformização de entendimentos, conferindo maior segurança a seus atos administrativos”, explicou.

Compartilhe: