Andifes recebe representantes da Petrobrás e discute parcerias

Andifes recebe representantes da Petrobrás e discute parcerias

A Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) recebeu, na última segunda-feira (12/04) o gerente executivo do Centro de Pesquisas e Desenvolvimento Leopoldo Américo Miguez de Mello (Cenpes/Petrobrás) Carlos Tadeu Fraga para discutir o relacionamento das universidades federais com a Petrobrás.

O presidente da Comissão de Ciência e Tecnologia da Andifes reitor Ivonildo Rego (UFRN) explicou ao representante da Petrobrás que os trâmites relativos às parcerias entre a estatal, as universidades federais e fundações de apoio à pesquisa precisam ser discutidos. Segundo o reitor, por vezes, a burocracia restringe o andamento dos trabalhos. Neste contexto, Ivonildo sugeriu à Carlos Tadeu a realização de uma reunião técnica entre as instituições e o Cenpes.

Outra questão que preocupa as universidades é a demanda intrínseca às estruturas de pesquisa construídas pela Petrobrás nas instituições. “Foi montada uma infraestrutura nas universidades que requer um fluxo de recursos. Esses investimentos criaram novas condições e novas demandas”, afirmou o reitor Ivonildo Rego.

Os representantes da Andifes destacaram ainda a importância do crescimento da pós-graduação e a formação de recursos humanos. O reitor Ivonildo Rego falou sobre o projeto do Programa de Apoio à Pós-Graduação das Ifes (PAPG-Ifes), que pretende expandir a pós-graduação em áreas estratégicas e reduzir as assimetrias regionais e entre áreas do conhecimento.

O gerente do Cenpes Carlos Tadeu Fraga considerou legítimos os pleitos das universidades. Ele justificou que em 2009, a empresa investiu mais em pesquisa e desenvolvimento do que em infraestrutura. Porém, reconheceu que a necessidade de recursos é plausível e afirmou que uma alternativa possível é aproximar as universidades dos fornecedores da Petrobrás, para celebração de outras parcerias. O secretário executivo da Andifes Gustavo Balduino sugeriu a realização de um evento entre as universidades e os fornecedores, para que ambos possam se aproximar e conversar a respeito de suas demandas, e a elaboração de uma publicação que exponha os projetos desenvolvidos em parceria entre as universidades e a Petrobrás, como uma forma de atrair novos atores para estes trabalhos.

O gerente do Cenpes lembrou ainda que a formação de recursos humanos, a importância da pesquisa e da aproximação com o setor produtivo serão um dos motes da 4ª Conferência Nacional de Ciência e Tecnologia, a ser realizada em Brasília entre os dias 26 e 28 de maio com o tema “Política de Estado para Ciência, Tecnologia e Inovação com vista ao Desenvolvimento Sustentável”.

 

Compartilhar