Após 2 dias, Justiça autoriza reintegração de posse de reitoria da PUC

Após 2 dias, Justiça autoriza reintegração de posse de reitoria da PUC

A Justiça atendeu ao pedido da reitoria da PUC e concedeu liminar que autoriza a reintegração de posse do prédio da administração, invadida na terça-feira (17) por estudantes.

Segundo a juíza Vanessa Miranda de Lima, os relatos recebidos mostram que houve depredação do patrimônio e pichação.

A reitoria da PUC afirmou nesta quarta (18) que estudantes da universidade invadiram a reitoria em reação à proibição de festas de alunos no campus em Perdizes (zona oeste).

O prédio da administração foi invadido na noite anterior, por cem estudantes (estimativa da reitoria).

Os estudantes dizem que fizeram a manifestação contra a demissão de 50 professores e 40 funcionários, fechamentos de cursos, aumento do preço do restaurante universitário, entre outros pontos.

Para o pró-reitor de relações comunitárias, Jarbas Nascimento, a motivação na verdade foi a proibição de festas, anunciada mês passado.

A universidade diz que já teve de pagar três multas devido ao excesso de barulho em festas dos alunos, que iam até por volta das 4h. Segundo a administração, o prédio era invadido para a realização das festas, uma vez que o espaço é fechado às 23h.

Folha de S. Paulo

Compartilhar