Após promessa, Dilma ordena ofensiva para aprovar 100% dos royalties para educação

Após promessa, Dilma ordena ofensiva para aprovar 100% dos royalties para educação

Após prometer em rede nacional que vai assegurar a destinação das receitas de royalties do petróleo para a educação, a presidente Dilma Rousseff mobilizou no fim de semana ministros e líderes envolvidos na articulação da proposta. A pedido da presidente, a ministra Ideli Salvatti (Relações Institucionais) vai se dedicar nos próximos dias a uma ofensiva para assegurar que a ideia do Planalto de dar esse destino 100% dos royalties não acabe desfigurada no Congresso.

 A principal linha de frente é barrar a movimentação da bancada da saúde, que segue trabalhando para que o setor fique com parte do dinheiro. O governo também está ciente de que será alvo de críticas da oposição, que já começou a investir no discurso de que o dinheiro em questão só virá dentro de alguns anos. Isso porque o projeto do governo contempla apenas para contratos para a exploração futura de petróleo e não para aqueles que já estão em execução.

Mesmo assim, o governo espera que o texto seja mantido como está, para evitar que o projeto fique amarrado à decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a nova lei dos royalties. A Corte ainda não se posicionou sobre a redistribuição dos recursos entre estados e municípios, produtores e não-produtores. Como a dúvida versa justamente sobre os contratos atuais, Dilma não quer que o projeto que dá 100% dos royalties para a educação acabe amarrado a uma decisão da Justiça.

A presidente deixou claro que gostaria de ver a questão resolvida no Congresso ainda nesta semana. Por tramitar em regime de urgência, o projeto que dá 100% dos royalties à educação, o PL 5.500 de 2013, trava a pauta da Câmara desde a semana passada. Apesar dos pedidos feitos pelo Congresso, Dilma avisou que não vai retirar a urgência da proposta.

O governo avalia que, ao menos no que se refere à tramitação do projeto, a tendência é que os protestos da última semana ajudem a garantir a aprovação. Isso porque, na visão do Planalto, parlamentares também se viram pressionados pela opinião pública e tentarão nos próximos dias garantir uma agenda positiva na Câmara e no Senado.

Com a votação, o governo também tem esperanças de acalmar ao menos parte dos movimentos que guiaram as manifestações, por dois motivos. Primeiro, pelo fato de uma parte das críticas surgidas nos protestos versar sobre o investimento de bilhões em estádios da Copa, dinheiro que poderia ter tido, por exemplo, a educação como destino. Segundo, devido à forte participação de estudantes nos atos das últimas semanas.

 

 

Portal IG

 

How to Tell a Fake Chanel Purse From a Real One
watch game of thrones online free and Sid Uberman Co

How To Accessorize A Classic Sheath Dress
free games online whatever format they are on

27 at Bloomingdale’s Forty Carrots
games online Until those coconuts showed up

Strong reputation Nike shoes range in price and value
cheapest flights Probably not coincidentally

Paris Fashion Week Runway Collection
free online games the young pop star looked absolutely amazing

Prada spring 2012 Milan Fashion Week handbags
kleider there will be guest celebrity appearances

Will You Value The Answer To Your Prayers
ballkleider a practice he advocates for men and women alike

Venta al por mayor baratos Nike Air Max Zapatos De
cool math games pick up abercrombie fitch towards earnings energy

Compartilhar