Audiência discute validação de diplomas de medicina

Audiência discute validação de diplomas de medicina

Duas comissões da Câmara realizam nesta terça-feira (23) audiência pública conjunta para discutir a validação de diplomas de médicos formados no exterior, em especial os da Escola Latino-Americana de Medicina (Elam), de Cuba. O debate será promovido pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Educação e Cultura, por sugestão dos deputados Raimundo Gomes de Matos (PSDB-CE) e Eleuses Paiva (DEM-SP).

A revalidação dos diplomas da Elam está prevista no ajuste ao acordo de cooperação cultural e educacional entre Brasil e Cuba, que tramita na Câmara (PDC 346/07). Esse ajuste foi assinado em 2006, mas ainda precisa ser votado pelo Plenário.

Raimundo Gomes de Matos afirma que o Brasil não deveria dar tratamento diferenciado a nenhum país ao revalidar os diplomas. O problema, segundo ele, é que os ministérios da Educação e da Saúde editaram neste ano duas portarias que estabeleceram procedimentos específicos para o caso dos graduados em medicina em Cuba.

A Portaria Interministerial 383, de 19 de fevereiro de 2009, criou uma subcomissão para aprimorar o processo de revalidação dos diplomas de médicos brasileiros formados em Cuba. Já a Portaria 444, de 15 de maio de 2009, prevê a elaboração de um exame para revalidar esses diplomas.

Segundo a Portaria 444, o exame terá uma etapa de avaliação escrita e uma etapa de avaliação de habilidades clínicas. O exame será coordenado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), com a colaboração das universidades públicas que integram um projeto-piloto de revalidação dos diplomas.

Atualmente, tramita na Câmara um projeto (PDC 1380/09) para sustar a Portaria 383. O autor do projeto, deputado Rafael Guerra (PSDB-MG), criticou essa portaria por entender que ela funcionaria como um atalho para acelerar a aceitação dos diplomas cubanos.

Convidados
Foram convidados para a audiência:
– a diretora do Departamento de Gestão da Educação na Saúde do Ministério da Saúde, Ana Estela Haddad;
– o coordenador-geral de Estudos e Procedimentos Disciplinares do Ministério da Educação, Esmeraldo Malheiros Santos;
– o presidente da Associação Médica Brasileira, José Luiz Gomes do Amaral;
– o presidente da Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação, Paulo Barone;
– o representante da Associação Brasileira de Educação Médica (Abem) José Guido Correa de Araújo;
– o presidente do Conselho Federal de Medicina, Edson de Oliveira Andrade;
– Almerinda Augusta de Freitas Carvalho, conselheira da Comissão de Revalidação de Diplomas Médicos.

A audiência será realizada às 14h30, no plenário 7.

Íntegra da proposta:
PDC-1380/2009
PDC-346/2007

 

Compartilhar