Autor de “Dois Irmãos”, Milton Hatoum ganha estudo comparado em novo livro da Eduff

Autor de “Dois Irmãos”, Milton Hatoum ganha estudo comparado em novo livro da Eduff

Em “A dispersão da memória e da escrita em Milton Hatoum e Lobo Antunes” (Eduff, 2016), Véra Lúcia Ramos de Azevedo reflete sobre os pontos de articulação entre os dois escritores de língua portuguesa, aparentemente tão diferentes entre si.

 No livro, a autora analisa os romances “Relato de um certo Oriente”, vencedor do Prémio Jabuti 1990, do brasileiro Milton Hatoum, e “Não entres tão depressa nessa noite escura”, do português Lobo Antunes. Ambos tratam da memória acionada por narradoras numa tentativa de resgate de um passado capaz de explicar e vivência do presente.                                                  

Inseridas em um presente disperso, as narradoras em questão dão à memória um papel decisivo para compreensão do momento atual, o que se revela por uma escrita fragmentada, com personagens divididos em subjetividades.

Compartilhar