Avaliação do MEC: Universidades Federais são as melhores – Reuni garante qualidade de ensino

Avaliação do MEC: Universidades Federais são as melhores – Reuni garante qualidade de ensino


A avaliação feita pelo Ministério da Educação para aferir os indicadores de qualidade das Instituições Federais de Ensino Superior (Ifes) verificou, por meio do Índice Geral de Cursos (IGC), que 58 Instituições Federais de Ensino Superior obtiveram nota igual ou acima de 3.

O Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (Reuni) contribuiu para que essas notas chegassem à essa média. A interiorização dos campi das Universidades Federais aumentou o quadro de docentes, de técnicos administrativos e de laboratórios, além de garantir a qualidade do Ensino Superior público e gratuito. Desde o início da expansão foram criadas 14 novas universidades e mais de 100 novos campi que possibilitaram a ampliação de vagas e a criação de novos cursos de graduação.

O Reuni foi resultado de uma proposta de expansão das Universidades Federais entregue pela Andifes ao ex-presidente Lula em 2003. O objetivo inicial foi dobrar o número de alunos nas universidades federais sem comprometer a qualidade, priorizando cursos noturnos, formando professores para Educação Básica, sempre buscando a superação das desigualdades regionais.

Índice Geral de Cursos (IGC)

Criado a partir dos resultados do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade), o Índice Geral de Cursos da Instituição (IGC) é um indicador de qualidade de instituições de educação superior, que considera, em sua composição, a qualidade dos cursos de graduação e de pós-graduação (mestrado e doutorado).

As doze primeiras universidades na classificação por IGC contínuo e IGC faixas são federais. 

“Mesmo reconhecendo o desempenho mais elevado de algumas Universidades, a Andifes trabalha para que todas as Universidades Federais tenham as condições necessárias para alcançar a nota 5, bem como induzir, criar referência e auxiliar na melhoria da educação como um todo”, disse o reitor da Universidade Federal de Ouro Preto, João Luiz Martins, vice-presidente da Andifes.

Clique no link que mostra as notas das 54 Universidades Federais, dois Centros Federais de Educação Tecnológica e dois Institutos Federais de Educação Tecnológica associadas à Andifes.

Compartilhar