Boaventura Santos lança livro “O direito dos oprimidos” na sexta-feira na UFMT

Boaventura Santos lança livro “O direito dos oprimidos” na sexta-feira na UFMT

Na ocasião ele receberá o título de Doutor Honoris Causa e fará palestra sobre universidade e educação

“Lutar pela igualdade sempre que as diferenças nos discriminem. Lutar pela diferença sempre que a igualdade nos descaracterize”. “Temos formado conformistas incompetentes e precisamos de rebeldes competentes”. Essas expressões foram cunhadas pelo professor e sociólogo Boaventura de Sousa Santos, da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra, agraciado com o Título de Doutor Honoris Causa, concedido pelo Conselho Universitário (Consuni) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). A cerimônia de entrega da honraria será realizada durante sessão solene, nesta sexta-feira (12), às 10 horas, no auditório do Centro Cultural, no campus de Cuiabá.

Logo após a sessão de outorga do título, o professor Boaventura Santos vai proferir a palestra “A Universidade Pluriversa: a educação tem quem a eduque?” Na ocasião, também será lançado o livro “O direito dos oprimidos”.

Este é o primeiro volume da coleção Sociologia Crítica do Direito – um conjunto de livros com os estudos realizados pelo professor Boaventura Santos nas últimas quatro décadas sobre temas de sociologia do direito. Neste livro, ele publica o primeiro estudo, realizado no início da década de 1970.

O livro “O direito dos oprimidos” é resultado da tese de doutorado, defendida em 1973, na Universidade de Yale (EUA). O trabalho consistiu em uma análise sociológica do direito informal e da resolução de litígios na favela do Jacarezinho, no Rio de Janeiro. Em tempos de ditadura militar, o autor deu o nome fictício de Pasárgada, retirado de um poema de Manuel Bandeira, “para não identificar a comunidade que generosamente me tinha acolhido”. A tese nunca foi publicada em português.

“A UFMT tem feito excelentes escolhas daqueles que homenageia com o título de Doutor Honoris Causa. Recentemente, o Instituto de Educação e, de modo particular, o Grupo de Pesquisa em Movimentos Sociais e Educação [GPMSE] foram honrados com a concessão desse título a dois importantes acadêmicos: o professor doutor Francisco Fernández Buey, filósofo espanhol, falecido há pouco tempo, a quem o título foi concedido in memoriam, e agora o professor doutor  Boaventura de Sousa Santos”, afirma a professora Artemis Torres, cofundadora do GPMSE.

 “Ambos coincidem, academicamente falando, naquilo que prezamos como sendo o maior serviço à universidade pública: a luta em favor da democratização desse espaço, tão importante, de produção e debate científico. A obra de ambos é reveladora disso que estou afirmando. Tenho a máxima confiança no acerto da decisão da UFMT, ao conceder esse belo título. É motivo, sim, para festejarmos”, ressalta a professora.

“Estamos, dia a dia, esperando e preparando no coração de cada um de nós, e nos campi de nossa Universidade, o momento da grande honra que nos caberá, ao receber o ilustre professor Boaventura de Sousa Santos, que recebendo o título Doctor Honoris Causa da Universidade Federal de Mato Grosso, estará unindo sua pessoa e sua obra à desta Universidade que tem buscado construir, desde o Portal da Amazônia e epicentro da América Latina, em cujo chão estamos situados, a consolidação do esforço de produzir uma cultura acadêmica voltada à emancipação e democracia viva perpassada pelas relações pessoais, sociais, institucionais”, comemora o professor Luiz Augusto Passos, membro do GPMSE.

“O professor [Boaventura], desde o I Fórum Social Mundial, anunciou uma interlocução com todos os setores populares organizados, em diálogo também com os chamados intelectuais orgânicos dos movimentos sociais populares, tendo em vista a audiência entre estes setores por um dispositivo internacional, do qual professor Boaventura de Sousa Santos é o coordenador, em nível intercontinental. Trata-se da Universidade Popular dos Movimentos Sociais (UPMS), que tem por meta desenhar uma tradução que ao mesmo tempo expresse o que é mais específico e singular em cada segmento, por exemplo, quilombolas, lavradores e lavradoras, Sem Terra, indígenas… E ao mesmo tempo o que aproxima as lutas deste setor como de interesse de todos os demais. Essa oficina, pela primeira vez, será feita em Mato Grosso”, observa  o professor Luiz Augusto Passos .

Ascom UFMT

Western Fashion of the 1850s
free games online which had always been a place of hard competition

Fashion Trends Hot in Spring and Summer 2007
free online games You are correct

Know the Best Style for your Office Wear Page 1 of 2
cheap flights put the next hint on your private lashes

New Balance for Nine West
forever21 The Rhode Island School of Design is located in Providence

The 14th China International Fashion Brand Fair
free online games centering around a thrilling

Maryland struggles with setback distances
jeux fr as they ascended into the fashion afterlife

Dress shirt colors you should NEVER wear
miniclip Men Styles in Suits

Grade Social Studies Fair Projects
games Thank you for visiting

Compartilhar