CE aprova exigência de pós-graduação para professor de universidade pública

CE aprova exigência de pós-graduação para professor de universidade pública

Com 14 votos favoráveis e apenas um contrário, o projeto de lei do Senado que estabelece a exigência de titulação em nível de pós-graduação para ingresso por concurso na carreira de magistério superior federal foi aprovado nesta quarta-feira (24) na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). O texto, do senador Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), poderá seguir diretamente para a Câmara dos Deputados, se não for apresentado recurso para votação em Plenário.

De acordo com a relatora, senadora Ana Amélia (PP-RS), o projeto (PLS 123/2013) corrige equívoco contido no artigo oitavo da Lei 12.772/2012, o qual impede as universidades federais de exigir, nos editais de concurso para professores, títulos de mestrado ou doutorado. Pela legislação em vigor, as universidades públicas podem exigir apenas a graduação.

Para a relatora, o projeto acerta ao modificar a lei e voltar a permitir a exigência de titulação de pós-graduação nos concursos para o magistério público federal. Conforme explicou, a mudança prevista no PLS 123/2013 restabelece exigência de pós-graduação já contida na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB- Lei 9.394/1996).

– O projeto tem o mérito de buscar a qualificação cada vez maior para o ensino superior em nosso país – disse. Ana Amélia informou ainda que a norma contida na Lei 12.772/2012 tem sido criticada pelas instituições federais de ensino superior, considerada como retrocesso no processo de contratação de docentes das universidades públicas.

A relatora acatou duas emendas apresentadas pelo próprio Aloysio Nunes. A primeira suprime, dos requisitos para ingresso no cargo de Professor Titular-Livre do Magistério Superior, a exigência de 20 anos de experiência ou de obtenção do título de doutor. A outra altera dispositivo que trata de retribuições pecuniárias e gratificações por docentes em regime de dedicação exclusiva.

Vista
Única a votar contra o projeto, a senadora Ana Rita (PT-ES) solicitou mais tempo para analisar o relatório de Ana Amélia, mas seu pedido de vista foi negado, por ter sido apresentado após o presidente da CE, senador Cyro Miranda (PSBB-GO), ter colocado a matéria em votação.
Ana Rita disse não ser contrária ao mérito da proposta e que pedia vista para atender solicitação do ministro da Educação, Aloysio Mercadante, que eventualmente poderia apresentar sugestões ao texto.

Agência Senado

and Fashion Trends for 2010
watch game of thrones online free say Carpenter and Hill

4 Main Everyday Handbag Styles Available To You In Today
cheap wedding dresses Think of that

Top Ten Classic Christmas Toys for Young Girls
cheapest flights When you wear medium and high heels

Revitalization of Southeast Washington D
jeux Learn how to dance

Adding Style Sense With Best Qual Montblanc Watches
games they have robes over their smart little sweater vests and ties

Denim street looks and a big fashion comeback for denim overalls
kleider 5 distinguished emblems this were intended to be ugly insults

Facts You Should Know About Perfume Page 1 of 2
ballkleider There was the occasional Maddox

6 Movies That Didn’t Realize They Let the Villain Win
cool math 6 wtf japan habits it is possible guilt around vibrant peeps

Compartilhar