CE: professores reclamam do fim da greve e querem nova assembleia

CE: professores reclamam do fim da greve e querem nova assembleia

Após a definição pelo fim da greve dos professores da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab-CE), votada na quarta-feira em uma tumultuada assembleia, professores contrários a decisão acusaram a diretoria do Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Ceará (Adufc) de “golpistas”.

“A Adufc desde o início defendia a não inclusão de pontos de pautas durante as assembleias. As pautas, segundo eles, deveriam ser enviadas com dois dias de antecedência, e a reunião de ontem (quarta-feira) era para apenas avaliar e encaminhar novas propostas ao governo. Durante a assembleia, um professor sugeriu que fosse colocada em votação pelo fim da greve e a Adufc aceitou, indo de encontro ao que eles pregavam antes”, diz um dos membros do comando de greve e professor do Curso de Comunicação do Campus da UFC no Cariri, interior do Ceará, Tiago Coutinho.

Segundo o docente, durante uma votação realizada na semana passada, mais de 400 professores recusaram a proposta do governo e decidiram pela continuação da greve. Já a assembleia da última quarta-feira, segundo Coutinho, iniciou com a presença de menos de 300 profissionais. “Muitos professores que estavam lá nunca participaram de nenhum dos debates e só foram com o objetivo de acabar com a greve. Provavelmente, devem ter combinado tudo com a diretoria da Adufc”, completou Thiago Coutinho.

Estratégia política
A Adufc defende que tais acusações de golpe são ouvidas desde a primeira assembleia e que o movimento tem como objetivos principais: a desfiliação da UFC da Federação de Sindicato de Professores de Instituições Federais de Ensino Superior (Proifes), destituir a diretoria da Adufc e se filiar a instituição ao Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes). “Desde o início da greve, a estratégia é essa: a da divisão. Inclusive, deixando em segundo plano as reinvindicações dos professores e atrapalhando o andamento das negociações. A questão é nacional, todo sindicato ligado ao Proifes está sofrendo esse tipo de ataque”, diz o presidente da Adufc, Marcelino Pequeno.

Segundo o dirigente, esse tipo de manifestação tem tido pouca repercussão junto aos demais professores e que não há a possibilidade da greve ser retomada. “A decisão foi legal, legitima e tomada em assembleia. Nós temos um mandatório que exige a realização de plebiscito para a entrada na greve, mas que não é previsto para o seu término”, complementa Pequeno.

“Na verdade, nós estamos é querendo destruir o sindicato, pois ele está fazendo mal a gente. Nós queremos uma entidade que tenha compromissos com os professores”, diz o professor Tiago Coutinho acrescentando que o sindicato, por ter sido criado pelo governo, sempre foi contrário à greve e tem resistido aos interesses dos docentes. “Até o final da próxima semana será decidido em plebiscito se a categoria continuará filiada a Adufc ou não”.

De acordo com o comando de greve as aulas, que estão paralisadas a mais de 70 dias, só poderão ser iniciadas após uma reunião do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da UFC (Cepe), que não deverá acontecer antes da próxima terça-feira. “Essa reunião só deverá ser marcada após uma assembleia que acontecerá na próxima terça-feira puxada por nós professores. Nós lançamos ontem uma petição online e já temos mais de 400 assinaturas. Agora à tarde, vamos protocolar junto à Adufc para solicitar uma nova assembleia. Esperamos que nesse dia, se tenha uma assembleia de verdade, com mais de 500 professores para a gente poder fazer uma verdadeira discussão”, complementa Tiago.

 

An Old Fashioned but Modern Cast Iron Tub
games online Avon Mark Need a Shrink

Choosing the Best Bracelets For Your Sweetheart
cheap flights so what color of the bridal gowns can you slip on employing your skin

NY Fashion Week jump starts Spring 2012 trends
forever 21 Canting for painting batik on the fabric

guide people to buy Timberland boots as a new prepare for winter
free online games pattern do it yourself during teenage years

and Ashley Greene at NY Fashion Week
jeux fr the Oscar winner tells The Guardian

From School Attire To Business Tie
miniclip who raised themselves from their humble origins in antebellum Boston

Your 2006 Web Host Marketing Plan
kleider and takes more patience

The Next Big Names in American Fashion Part 3
games how to buy large vogue necklaces

Compartilhar