CNTE entrega manifesto no STF

CNTE entrega manifesto no STF

O Brasil atualmente enfrenta muitas dificuldades em estabelecer o piso salarial para os educadores. Por isso a categoria conseguiu a aprovação da Lei Piso, que valoriza os profissionais da educação, para os estados e municípios, mas a categoria tem tido dificuldades para a implantação da nova lei. Por isso, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE), fará dia 16 de setembro uma mobilização no Supremo Tribunal Federal (STF) para garantir essa conquista.

A mobilização acontecerá dia 16 de setembro, às 16:00, em frente ao STF, haverá um ato político para cobrar da Suprema Corte agilidade no julgamento do mérito da ADI 4167/2008. Também participarão do evento as entidades afiliadas à CNTE. Na ocasião os representantes da CNTE entregarão aos presidentes da República, do STF, da Câmara, do Senado e ao Ministro da Educação um dossiê denunciando o não cumprimento da Lei do Piso. Paralelamente à manifestação em Brasília. Estão previstas mobilizações em outras unidades da federação paralelamente à manifestação em Brasília.

O Presidente da CNTE, Roberto Leão, esclarece a importância do evento. “O projeto foi aprovado e tivemos a ADI que é equivocada. O mérito está na fila há anos e próximo a conclusão”, relata o mandatário da CNTE. Roberto Leão afirma que o relator do projeto, Ministro Joaquim Barbosa, deu um parecer amplamente favorável à entidade e a reunião com o Ministro Presidente do STF, Cezar Peluzo, tem tudo para ser um sucesso.

Compartilhar