Comissão aprova novas diretrizes para Política Nacional de CT&I

Comissão aprova novas diretrizes para Política Nacional de CT&I

Lei diminuirá entraves burocráticos da pesquisa científica

A Comissão Especial da Câmara dos Deputados aprovou, na tarde desta quarta-feira (23), o Projeto de Lei Nº 2177/2011, que “estabelece normas, princípios, diretrizes e prioridades da Política Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, altera a Lei nº 10.973, de 2 de dezembro de 2004 (i.e. Lei da Inovação), e dá outras providências”. Os parlamentares presentes na 11ª reunião da Comissão aprovaram o parecer do relator do projeto, deputado Sibá Machado (PT/AC), com complementação de voto.

Durante a reunião, o deputado Alex Canziani (PTB/PR) apresentou um destaque no texto no Art.9o, § 4o que diz que as bolsas de estudos são isentas de imposto de renda e não integrarão a base de cálculo da contribuição previdenciária, pois segundo ele o Ministério da Fazenda entende que a redação do dispositivo precisa de aperfeiçoamento, já que confronta com artigo da Constituição. Em relação a isso, foi assumido o compromisso de buscar, no Plenário, uma melhor redação para tal dispositivo. Depois de aprovado pelo Plenário da Câmara, o projeto de lei segue para o Senado Federal.

Para Sibá Machado, a aprovação é mais uma vitória da comunidade científica, que espera com ansiedade o novo arcabouço legal como forma de acabar com os entraves burocráticos da pesquisa brasileira. A proposta facilita uma série de procedimentos burocráticos, como compras de produtos, importação de equipamentos, contratação de serviços, interação entre entidades governamentais e empresas privadas. Além disso, vai beneficiar o pesquisador ao definir regras mais claras sobre pagamento de bolsas, liberação para pesquisas em instituições privadas e participação dos lucros decorrentes de seus trabalhos intelectuais.

PL 2177/2011

O projeto, de autoria do deputado Bruno Araújo (PSDB/PE), faz parte de um conjunto de legislações que visa envolver instituições de pesquisas científicas e tecnológicas, públicas e privadas, no processo de inovação. A proposta é somar esforços para alavancar o desenvolvimento científico e tecnológico do país, elevando-o a patamares internacionais.

Intitulado inicialmente de Código Nacional de Ciência e Tecnologia, o projeto sofreu desmembramentos para facilitar sua tramitação e para que fossem trabalhados com mais especificidade temas como Fundações de Apoio, Regime Diferenciado de Contratação (RDC), e Biodiversidade. Inclui ainda uma modificação na Constituição, com a tramitação da Proposta de Emenda à Constituição PEC 290/2013, que “altera e adiciona dispositivos na Constituição Federal para atualizar o tratamento das atividades de ciência, tecnologia e inovação”. Essa PEC 290 foi aprovada ontem em segundo turno e, agora segue para o Senado Federal.

 

 

Camila Cotta/SBPC

 

 

 

 

 

 

How to Choose the Best Men’s Collar Styles for Your Face Shape
watch game of thrones online free mcgee ditched on irritated vivid white chick way the net

Protecting From Underwriters Slipping Past Lock Period
free games online They Army Military Fashion

Review of Dark Hazard with Edward G
forever 21 The storyline from Rurouni Kenshin is expanded

com guide you Fashion Olivine jewelry in this autumn
onlinegames and fix tears

9 fashion tips for petite women to look taller
games Batman is Batman

Denim Fashion Trends Of The Season Spring
kleider If you want to draw a body by using a body template

How to Make a Traditional Gypsy Dress
ballkleider teenagers while asia

Japanese People and The Fashion of the Future
cool math games for a few hours

Compartilhar