Comunidade acadêmica da Unilab no Ceará enfrenta Covid-19 com ações de pesquisa, extensão e solidariedade

Comunidade acadêmica da Unilab no Ceará enfrenta Covid-19 com ações de pesquisa, extensão e solidariedade

Informações embasadas e didáticas sobre o Coronavírus e a Covid-19; mapeamento de áreas e populações mais vulneráveis; questionário sobre perfil e desafios dos estudantes; educação para boas práticas alimentares; doação de máscaras e cestas básicas. Estas são algumas ações realizadas pela comunidade acadêmica da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira (Unilab) no Ceará. Confira:

Ação: Mapeamento de áreas e populações mais vulneráveis à Covid-19 em Redenção.

Identificação socioespacial de áreas e populações mais vulneráveis à Covid-19, passível de ser aplicada em diferentes cidades. O grupo formulou o mapeamento em Redenção e avaliou que o mapeamento fundamenta com dados especializados diferentes situações na cidade, permitindo definir e efetuar ações específicas e/ou integradas para cada área e para cada segmento, buscando prevenir/reduzir a contaminação e apoiar os moradores locais. O grupo indicou potenciais ações a serem efetivadas, considerando as variáveis indicadas e o mapeamento da cidade de Redenção.

Público-alvo: população do município de Redenção/CE e Acarape/CE. Cerca de 1.900 discentes da Unilab.

Meio de divulgação: Facebook e Instagram.

Participantes/organizadores: Grupo Diálogos Urbanos.

Ação: Questionário on-line: Perfil e Desafios dos estudantes da Unilab no Ceará no contexto da Covid-19.

 

Formulário on-line com a pesquisa Covid-19, que tem como objetivo a coleta e análise de dados sobre os desafios vivenciados pelos estudantes da Unilab-CE nesse contexto de pandemia. O prazo para resposta já foi encerrado e em breve os resultados devem ser divulgados.

Público-alvo: discentes da Unilab.

Meio de divulgação: Facebook e Instagram.

Participantes/organizadores: Grupo Diálogos Urbanos.

Ação: Doação de cestas básicas para estudantes em vulnerabilidade.

Houve duas remessas de doação de cestas básicas para os estudantes em situação mais vulneráveis. A primeira, com a ajuda de doações de professores do curso de Letras, quando se conseguiu pagar o transporte das cestas e ainda adquirir baldes para os estudantes que estão em uma região de Acarape/CE onde não há água nas torneiras. Nesta etapa, também houve a doação de 35 cestas e 100 máscaras para a comunidade quilombola da Serra do Evaristo, em Baturité/CE. Na segunda remessa, foram doadas 118 cestas para estudantes nas cidades de Redenção e Acarape.

A próxima ação será a distribuição de máscaras. Cem já foram compradas.

Público-alvo: estudantes da Unilab.

Participantes/organizadores: Sindicato dos Docentes das Universidades Federais do Estado do Ceará (Adufc-Sindicato), docentes da Unilab e estudantes que compõem a Comissão Gestora Provisória.

Ação: Projeto Palestras Interdisciplinares e Oficinas de Produção Textual para o Enem (PROENEM).

O PROENEM tem como objetivo principal desenvolver cursos (Curso de Redação Gratuito e Curso de Formação de Corretores), palestras ( temas transversais, estrutura da redação e orientação profissional) e oficinas (construção da argumentação e correção de redações) sobre o Enem, assim como produzir corpus e pesquisas científicas.

Público-alvo: comunidade do Maciço de Baturité.

Meio de divulgação: portal do projeto.

Participantes/organizadores: Grupo de Pesquisa em Texto, Discurso e Ensino (TEDE), sob a coordenação do professor Olavo Garantizado.

Ação: Alimentação Saudável , sua relação com a imunidade e práticas de higiene no combate à Covid-19.

O Projeto de Extensão intitulado “Conhecendo os alimentos: atividades coletivas educativas destinadas à promoção de boas práticas alimentares nas escolas”, preocupado com o enfrentamento à Covid-19 e as suas repercussões na saúde individual e coletiva dos estudantes da Unilab e comunidade em geral, utiliza a rede social Instagram para uma série de publicações buscando a conscientização. Falou-se de temas como alimentos que atuam no fortalecimento da imunidade, higienização das mãos, higienização correta dos alimentos e um folder educativo.

Público-alvo: estudantes da Unilab e comunidade em geral. Cerca de 300 pessoas são beneficiadas de forma direta.

Meio de divulgação: Instagram

Participantes/organizadores: Os participantes do grupo são professores e discentes bolsistas e voluntários, sendo estes últimos responsáveis pela elaboração do material sob supervisão e coordenação da professora responsável pela coordenação do projeto, Márcia Barbosa.

Ação: Geza contra a Covid-19

O Grupo de Estudo em Zoonoses e Animais(Geza), preocupado com o enfrentamento da COVID-19 e as suas repercussões em relação a guarda responsável e sanidade animal, criou uma série de publicações na rede social Instagram. Buscando a conscientização, falou-se de temas associados com os cuidados dos animais nesse período de quarentena, diferença entre o Coronavírus animal e a Covid-19 e da importância da posse responsável nesse momento de pandemia.

Público-alvo: comunidade acadêmica e externa.

Meio de divulgação: Instagram.

Participantes/organizadores: Grupo de pesquisa e extensão “Grupo de Estudo em Zoonoses e Animais(Geza)”, coordenado pela professora Juliana Celestino e pela veterinária da Unilab, Anelise Alves.

Ação: Nata contra a Covid-19

O Núcleo Avançado de Tecnologias Analíticas (Nata) tem se dedicado à produção de materiais audiovisuais para divulgação de informações científicas e cuidados no combate à doença Covid-19. Mais de 500 pessoas foram impactadas pela ação de forma direta, por meio do compartilhamento dos vídeos via aplicativos de mensagem.

Público-alvo: comunidade acadêmica e externa.

Meio de divulgação: YouTube e Instagram.

Participantes/organizadores: Núcleo Avançado de Tecnologias Analíticas (Nata), coordenado pelas professoras Lívia Paulia Ribeiro e Eveline Menezes.

Ação: Notícias informativas, slides, arquivos e vídeos sobre o Coronavírus.

O grupo Interdisciplinar em Química tem como objetivo contribuir com pesquisas em química nos seus mais variados segmentos, de modo interdisciplinar, como na Química Orgânica, Físico-Química, Analítica, Bioquímica, Inorgânica e Ensino de química. Neste período de quarentena, realiza reuniões semanais por meio remoto. A contribuição neste segmento se atém à função do Químico, Saúde e da Ciência no combate à Covid-19. O número de impactados equivale a 400-600 pessoas, segundo as visualizações e compartilhamentos das publicações.

Público-alvo: comunidade acadêmica e externa.

 

Meio de divulgação: Facebook e Instagram.

Participantes/organizadores: Grupo Interdisciplinar em Química, formado por professores, alunos e técnicos da Unilab e parceiros da UFC, UFRB, IFCE e Uece.

Ação: Unidos contra a Covid-19 – doação de mais de 140 cestas com alimentos

A ação começou por iniciativa da professora Vilma Moreira, que reside em Redenção e, no final de março, iniciou diálogo com líderes de estudantes internacionais, pensando na segurança alimentar dos estudantes no período da pandemia da Covid-19. Formou-se um grupo de WhatsApp com líderes estudantis das associações de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe. Os estudantes fazem um levantamento daqueles que necessitam de ajuda em seus grupos, elaboram uma lista e organizam a entrega das cestas.

Os recursos são provenientes da sociedade civil de Redenção e Fortaleza e vários professores da Unilab e seus familiares, que generosamente têm feito doações para viabilizar esta ação. Houve também doações em dinheiro de um grupo de mães de um colégio particular em Fortaleza, que viabilizou a compra de 20 cestas. A comunidade Lume, entidade vinculada à Igreja Católica, doou 30 cestas e 280 quentinhas. Estas últimas foram distribuídas entre os alunos que moram na comunidade da Estrada Velha do Acarape e Outeiro II.

Público-alvo: estudantes da Unilab em vulnerabilidade.

Participante/organizadores: professora Vilma Moreira e líderes estudantis das associações de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe.

Ação: Podcast – Saúde sem fake

Saúde sem Fake é um projeto de extensão do Instituto de Ciências da Saúde da Unilab. Os podcasts possuem seus episódios disponíveis na Plataforma Spotify de forma gratuita. Estes são criados para: divulgar informações científicas, tratar de assuntos da área da saúde e combater e combater as Fake News. Tudo isso com o objetivo de universalizar o conhecimento. O segundo episódio fala sobre quais produtos são eficientes contra o Sars-Cov2 na limpeza de superfícies.

Já o próximo episódio trará uma entrevista com Roberto Nicolete – pesquisador em Saúde Pública da Fiocruz Ceará – sobre produção e desenvolvimento de vacinas.

Público-alvo: comunidade acadêmica e externa.

Meio de divulgação: serviço de streaming Spotify, podcast “Saúde sem Fake”.

Participantes/organizadores: Projeto de extensão Saúde sem fake, sob a coordenação da professora Larissa Nicolete. Conta com a participação dos alunos do Curso de Enfermagem Iorana Cândido (bolsista) e Maria Rayssa do Nascimento (colaboradora) e Carlos Henrique de Oliveira, do curso de Farmácia (voluntário).

 

Ação: compartilhamento de vídeos, notícias e material didático sobre as estratégias preventivas no combate/controle da Covid-19.

Público-alvo: comunidade universitária, de 150 a 170 pessoas, e externamente de 130 a 150 pessoas, entre egressos, pesquisadores de outras instituições de ensino superior (IES) e demais profissionais, somando um total de 300 pessoas, em média.

Meio de divulgação: grupos de WhatsApp, Facebook e grupo de pesquisa.

Participantes/organizadores: professor Antônio Roberto Xavier

Compartilhar