Debate na OAB Nacional reafirma importância da autonomia universitária

Debate na OAB Nacional reafirma importância da autonomia universitária

Dezenas de reitores, professores e estudantes se reuniram na sede da OAB Nacional, nesta sexta-feira (25), em Brasília, para debater a importância da autonomia universitária. O evento foi organizado pela Comissão Especial de Defesa da Autonomia Universitária da OAB, composta por advogados, professores e representantes dos reitores das universidades federais.

O colegiado vem debatendo, desde o início do ano, os ataques à autonomia universitária, um conceito que está presente na Constituição Federal de 1988, mas que vem sendo ameaçado com corte e contingenciamento de recursos, além de ingerências administrativas nas entidades públicas.

O debate na OAB Nacional serviu para o posicionamento de reitores, professores, representantes de estudantes e de técnicos-administrativos. O vice-presidente da OAB Nacional e presidente da Comissão de Defesa da Autonomia Universitária, Luiz Viana, afirmou que a OAB e as demais entidades que participam do colegiado realizam um grande esforço para discutir o tema.

“Realizamos um debate sobre autonomia do mais alto nível, com exposição de professores e doutores, destacando as dificuldades do momento, mas também o caminho a seguir. Deste debate, haverá desdobramentos na Comissão da Autonomia, com a realização de seminários por todo o Brasil, culminando em um seminário nacional para discutir a autonomia universitária”, afirmou Luiz Viana.

O presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições de Ensino Superior (Andifes), reitor João Carlos Salles, disse também que o debate representa ainda a defesa de um modelo de Universidade Pública que atenda aos anseios e necessidades da sociedade.

“Precisamos defender a autonomia universitária porque ela está associada a defesa de um projeto de universidade como um espaço múltiplo, com várias finalidades e na qual sempre exista a relação entre ensino, pesquisa e extensão. A autonomia está relacionada a um projeto de universidade que não seja unilateral e que, ao mesmo tempo, se associe aos interesses do nosso povo, aos interesses da nossa sociedade, ao nosso desenvolvimento humano, bem-estar, liberdade e democracia”, afirmou João Carlos Salles.

O diretor de relações institucionais da União Nacional dos Estudantes (UNE), Felipe Eich, afirmou que o evento foi fundamental para organizar a ampliação do debate por todo o país. “A UNE tem buscado participar de todos os espaços na defesa da educação e da autonomia universitária. Reunimos uma série de entidades e instituições, autoridades e representantes para conseguir avançar no debate, saindo com o encaminhamento de aglutinar cada vez mais entidades e representantes na defesa da autonomia universitária, além de desdobrar os debates por todos os cantos do país”, afirmou Felipe Eich.

Fonte: OAB Nacional 

Compartilhar