Defensoria quer adiar prova substituta do Enem

Defensoria quer adiar prova substituta do Enem

Exame está previsto para uma quarta-feira e coincide com datas de vestibulares; proposta é transferi-la para domingo

A Defensoria Pública da União protocolou uma ação civil pública na Justiça Federal do Rio de Janeiro pedindo que seja adiada a data de realização da prova substituta do Exame Nacional do Ensino Médio(Enem).Aprova está marcada para a próxima quarta-feira.

O defensor público André Ordacgy quer que seja remarcada a data do exame,preferencialmente para um fim de semana.” Aprova está marcada para um dia da semana. Muita gente trabalha”, disse.

Outro problema, segundo ele, é que o teste coincidirá com vestibulares como o do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) e o da Universidade Federal do Piauí.

Método. O defensor também criticou a forma como os candidatos estão sendo convocados, de última hora, por meio de telefonemas, SMS ou e-mails.Ele espera que a Justiça decida até segunda- feira o pedido de adiamento do exame.

O Ministério da Educação resolveu convocar para o teste substituto os alunos que receberam provas amarelas com erros de impressão e que comunicaram o fato ao fiscal.

No entanto, outros estudantes que também se consideraram injustiçados querem garantir o direito de fazer uma nova prova.

Compartilhar