Dia C da Ciência é sucesso em todo o Brasil

Dia C da Ciência é sucesso em todo o Brasil

O dia 25 de outubro tornou-se uma data importante para a ciência brasileira. Como parte da Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT), de 23 a 29 de outubro, instituições de ensino e pesquisa de todo o país realizaram o “Dia C da Ciência”. A ideia é que, a partir deste ano, as quartas-feiras das edições da SNCT sejam configuradas como Dia C da Ciência.

Em todo o país foram promovidas várias atividades em centros de ensino, universidades e espaços públicos, como praças e shoppings. Durante todo o dia, pesquisadores das diferentes áreas do conhecimento foram até as escolas públicas conversar com os estudantes sobre a ciência, tecnologia e inovação que estão produzindo. O objetivo é reforçar a importância da ciência para a sociedade.

A ação foi coordenada pela pró-reitora de pesquisa e inovação da Universidade Federal de Goiás (UFG), professora Maria Clorinda Soares Fioravanti, em parceria com a Assessoria de Comunicação da UFG e as assessorias das demais instituições federais de ensino.

“As universidades e os centros e institutos tecnológicos são responsáveis por 90% da pesquisa produzida no Brasil. No entanto, esse importante papel desempenhado pelas instituições de ensino superior está ameaçado pelo atual cenário de cortes no investimento público, o que inviabiliza o fomento a ciência, tecnologia e inovação. Além disso, o modelo de ensino público de qualidade e acessível a todos encontra-se fortemente ameaçado”, considera a pró-reitora.

Para o presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), Emmanuel Tourinho, o dia 25 de outubro foi um verdadeiro sucesso. “Foi um dia gratificante. Tivemos grande êxito em todo o país, com o comprometimento das universidades que compõem a Andifes. Essa união é fundamental e contribui substancialmente para sensibilizarmos a sociedade sobre o papel imprescindível da universidade, do ensino, da pesquisa e da extensão, no cotidiano e no desenvolvimento do Brasil. ”

A ideia de mobilização foi apresentada pelo Colégio de Pró-Reitores de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação (Copropi). A iniciativa foi imediatamente incorporada pela Andifes e pelo Fórum de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação (Foprop).

Compartilhar