Dirigentes e acadêmicos participam de seminário promovido pela Andifes

Dirigentes e acadêmicos participam de seminário promovido pela Andifes

A Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA) foi sede do Seminário Andifes “Universidade, Ciência, Tecnologia & Inovação e Desenvolvimento”, realizado nesta quarta-feira, 31. O evento promovido Associação Nacional dos Dirigentes de Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes), reuniu reitores das universidades e institutos federais de todo o país e contou com duas mesas de palestrantes sobre a temática. Uma pela manhã e outra à tarde.

No turno da manhã, compuseram a mesa de debates Suzana Maria Gico Lima Montenegro, presidente do Conselho Nacional das Fundações de Apoio às Instituições de Ensino Superior e de Pesquisa Científica e Tecnológica (Confies), Jorge Mário Campagnolo, coordenador de Inovação Tecnológica do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), Carlos Eduardo Pereira, diretor de Operações da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) e Renato de Oliveira, secretário-adjunto do Conselho Nacional de Secretários para Assuntos de Ciência, Tecnologia e Inovação (Consecti).

Primeira a palestrar, Suzana Montenegro falou sobre a importância das fundações de apoio à pesquisa e destacou as dificuldades enfrentadas com mudanças na legislação para a manutenção das mesmas. Conforme a presidente do Confies, as fundações de apoio movimentam 5 bilhões de reais ao ano, sendo responsáveis por 15 mil projetos de pesquisa em desenvolvimento no país.

Representante do MCTI, Jorge Campagnolo enfocou as dificuldades para o exercício de inovação no Brasil. Ele criticou a dependência da economia nacional das commodities e ressaltou que é preciso investir em pesquisa associada a empresas e empreendedorismo para que se encontre o caminho do crescimento econômico estável.

Carlos Eduardo Pereira, da Embrapii, também defendeu a parceria entre as iniciativas públicas e privadas para o desenvolvimento em pesquisa. Ele destacou as iniciativas da empresa neste sentido, que vem, desde sua criação, selecionando e credenciando instituições, identificando áreas de pesquisa e repassando recursos dos ministérios.

O secretário-adjunto do Consecti, Renato de Oliveira, afirmou ser necessária uma mudança no modo de operação das universidades brasileiras, focado apenas na formação profissional. Para ele, a universidade deveria formar para o conhecimento, superando as barreiras das divisões por curso e pela tríade ensino-pesquisa-extensão. Defendeu também a integração entre o setor privado e o público, através da liberação para atuação de professores em empresas.

O seminário prossegue no turno da tarde, com a presença do presidente da Capes, Abílio Baeta Neves, do presidente do Fórum de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação (Forprop), Isac Almeida de Medeiros, e do diretor-geral da Associação Nacional de Pó-Graduandos (APNG), Gabriel Nascimento dos Santos.
Na parte da tarde, abordando a temática “Pós-graduação, Pesquisa e Desenvolvimento”, o encontro realizado a partir das 14h30 contou com a participação do presidente da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Abílio Afonso Baeta Neves, o coordenador do Fórum de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação (Forprop), Isac Almeida de Medeiros, e o diretor da Associação Nacional de Pós-Graduandos, Gabriel Nascimento dos Santos.

A realização dos debates foi antecedida pela fala da presidente da Andifes, a reitora Ângela Maria Paiva Cruz, que agradeceu pela participação dos dirigentes e acadêmicos presentes na ocasião, apontando a relevância dos temas abordados pelo evento. “Temos o desafio de fazer o planejamento da pesquisa, da inovação tecnológica e da pós-graduação no Brasil visando a correção de assimetrias que continuam vigentes na nossa realidade. Precisamos pensar juntos para planejar e executar políticas mais adequadas e profícuas, como as universidades sempre fizeram olhando para o desenvolvimento econômico, social e humano do país”, salientou.

Após o dia dedicado aos seminários, a programação ainda previa com a realização, nas dependências da UFCSPA, da CLV Reunião Ordinária da Andifes, com a participação de reitores de universidade federais de todo o Brasil.

Ascom/Andifes, com informações da Ascom da UFCSPA

Compartilhar