Doutorado em Engenharia de Processos da UFCG abre inscrições

Doutorado em Engenharia de Processos da UFCG abre inscrições

São oferecidas dez vagas na área de concentração Desenvolvimento de Processos

Começam nesta segunda-feira, 16, as inscrições para o processo seletivo do curso de doutorado em Engenharia de Processo da Universidade Federal de Campina Grande (UFCG). Estão sendo oferecidas dez vagas na área de concentração Desenvolvimento de Processos, em duas linhas de pesquisa: Processos térmicos e de separação e Desenvolvimento e tecnologia de materiais.

Para participar da seleção, o candidato deve apresentar um Plano de Tese, com um máximo de dez páginas, contendo Introdução, Justificativa, Objetivos, Metodologia, Bibliografia e Cronograma de execução, indicando a fonte financiadora, se houver. A apresentação do plano será entre os dias 14 a 16 do próximo mês. O currículo e Histórico Escolar também são referenciais para a classificação.

No ato de inscrição são exigidos, além do plano preliminar de tese, aceito por um orientador credenciado pelo curso, duas cartas de recomendação, cópia do diploma de mestre ou documento equivalente, currículo e comprovações, entre outros documentos. O resultado do processo seletivo será publicado no dia 18 de dezembro próximo.

As inscrições serão feitas na Coordenação do curso, no Centro de Ciências e Tecnologia (CCT), campus de Campina Grande. Outras informações pelos telefones (83) 3310.1494 e 3310.1011, pelo e-mail cdep@dema.ufcg.edu.br ou no endereço eletrônico www.prodep.cct.ufcg.edu.br.

Veja aqui o Edital.

Doutorado

Criado em 1999 e reconhecido pela Capes em 2002, O curso de doutorado em Engenharia de Processos tem a pesquisa como objetivo primário. E utiliza os princípios fundamentais da Ciência da Engenharia aplicados ao estudo dos fenômenos das transformações, operações e processos envolvidos nas indústrias de diversos setores, a exemplo de químico, cerâmico, plásticos, bioquímico, farmacêutico, metalúrgico, agroalimentar e outros.

De natureza interdisciplinar, o curso aglutina docentes das unidades acadêmicas de Engenharia Química, de Materiais, Mecânica e Agrícola, em torno de tópicos relativos à Engenharia de Processos, principalmente, através da abordagem de problemas regionais.

 

Compartilhar