Edufal promove lançamento coletivo de livros

 
context/imageCaptionA Editora da Universidade Federal de Alagoas (Edufal) promove nesta quarta-feira (12), a partir das 17h, o lançamento coletivo de livros oriundos do Edital 2017, em parceria com a Imprensa Oficial Graciliano Ramos e a Fundação de Amparo à Pesquisa em Alagoas (Fapeal). A festa de lançamento, no hall do Centro de Interesse Comunitário, terá a presença dos autores, música e a alegria de terminar o ano já pensando na Bienal Internacional do Livro, prevista para novembro do próximo ano, em local a ser definido.

 

A reitora Valéria Correia e a diretora da Edufal, Lídia Ramires, convidam a todos para este momento de confraternização na sede da Editora, no Campus A.C Simões, em Maceió. “Concluímos com enorme alegria mais essa etapa. E já começamos a trabalhar no edital para a Bienal 2019”, ressalta Lídia Ramires.

O Edital 2017 Fapeal/Cepal/Edufal contemplou 60 obras escritas por professores vinculados a programas de pós-graduação existentes em Alagoas, e de pesquisadores doutores, com o objetivo de incentivar a disseminação da produção científica do Estado. “A iniciativa foi inovadora para o crescimento do mercado editorial técnico-científico alagoano e para socialização do conhecimento produzido pela academia”, destacam Fapeal e Cepal, além do ex-diretor da Edufal, Osvaldo Maciel, articulador do edital.

Sessenta obras no edital

Veja a lista dos livros que serão lançados: Ensino e Aprendizagem em Geografia, organizado por Gilcicleide Rodrigues da Silva e Jacqueline Praxedes de Almeida; Desenvolvimento e economia regional: evidências do Nordeste e de Alagoas, organizado por Thierry Molnar Prates e Maria Cecília Junqueira Lustosa; Política de saúde no Brasil e o fortalecimento do setor privado: desmonte do SUS público, estatal e universal, organizado por Maria Valéria Costa Correia; Pesquisas em Educação em Alagoas: múltiplos enfoques, organizado por Edna Cristina do Prado, Maria do Socorro A. de O. Cavalcante e Inalda Maria dos Santos; Políticas públicas, desenvolvimento e povos tradicionais: um estudo sobre a comunidade quilombola Mandira, de Rafael Navas, Andrea Yumi Kanikadan e Tarita Schnitman; História da escravidão em Alagoas: diálogos contemporâneos, organizado por Danilo Luiz Marques, Gian Carlo de Melo Silva e Luana Teixeira; Comunicação em Saúde: desafio dos pássaros e das flores, de Carla Andréa Costa Alves de Campos, Luciano Bairros da Silva e Sonia Maria Soares Ferreira; Flora de Sergipe, volume 3, organizado por Ana Paula do Nascimento Prata, Marta Cristina Vieira Farias e Aline Costa da Mota; Saúde atrás das grades: reflexão sobre a assistência no sistema prisional feminino, organizado por Amuzza Aylla Pereira dos Santos, Karlayne Reynaux Vieira de Oliveira, Jessica de Melo Albuquerque e Marianny Medeiros de Moraes; Preconceito de cor e racismo: aspectos teóricos e metodológicos, de Sheyla C. S. Fernandes.

Também estão na lista de lançamento coletivo: Os processos recursivos na sociedade: uma análise da relação entre a cultura e a integração social, de Paolo Totaro; Hipertexto revisitado: novas perspectivas para pesquisa e ensino, de Luiz Fernando Gomes; Tem preto de jaleco branco? Os primeiros 10 anos de políticas afirmativas no curso de Medicina da Ufal (2005-2015), de Jusciney Carvalho Santana; Vila de Pescadores de Jaraguá: tradicionalidade e resistência urbana, de Parmênides Justino Pereira; A Formação histórica de Alagoas (I): rotas de acumulação do açúcar, de Luiz Sávio de Almeida; Pedagogias e culturas infantis: conversas luso-brasileiras, organizado por Cleriston izidro dos Anjos, Solange Estanislau dos Santos, Ana Paula Cordeiro e Fernando Ilídio Ferreira; Pedagogias descolonizadoras e infâncias: por uma educação emancipatória desde o nascimento, organizado por Solange Estanislau dos Santos, Flávio Santiago, Alex Barreiro, Eliana Elias de Macedo e Ana Lúcia Goulart de Faria; Trabalho, educação e formação em saúde: tecendo redes, organizado por Débora de Souza Santos, Danielly Santos dos Anjos Cardoso e Patrícia de Carvalho Nagliate; e Mediação: estudos sobre sua adequação como método para resolução de conflitos, organizado por Juliana de Oliveira Jota Dantas, Olga Jubert Gouveia Krell e Lavínia Cavalcanti Lima Cunha.

Compartilhe: