Elos entre a obra de Guimarães Rosa e a antropologia são temas do livro lançado pelo Prof. Kleyton Rattes da UFC

Elos entre a obra de Guimarães Rosa e a antropologia são temas do livro lançado pelo Prof. Kleyton Rattes da UFC

O livro O mel que outros faveiam – Guimarães Rosa e antropologia (Editora Multifoco, 2016, 322 p., R$ 50,00), do Prof. Kleyton Rattes, do Departamento de Ciências Sociais da UFC, foi lançado na última sexta-feira (22).

A obra é resultado de dissertação de mestrado defendida no Programa de Pós-Graduação em Antropologia Social do Museu Nacional, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), em 2009.

O livro busca mostrar que diálogos entre a literatura rosiana e a antropologia podem assumir distintas formas e possibilidades, para além de um aludido sabor etnográfico. Além disso, volta-se a alguns instrumentos heurísticos utilizados por Guimarães Rosa, a partir dos quais se pensam as obras do escritor em um diálogo-confronto com algumas vertentes do campo antropológico – em especial o estruturalismo francês, a etnologia ameríndia e algumas perspectivas sobre tradução antropológica.

O lançamento ocorre no Auditório Luiz de Gonzaga, do Departamento de Ciências Sociais (área 3 do Centro de Humanidades – Av. da Universidade, 2995, Benfica). O acesso é livre.

Na ocasião, o livro será apresentado pelo Prof. Romain Bragard, antropólogo e docente do mesmo departamento do autor. Além de pesquisar as interseções entre a literatura e a antropologia, o Prof. Kleyton também estuda vertentes da etnologia, epistemologia/ontologia, mitologia e filosofia.

Coordenadoria de Comunicação Social e Marketing Institucional – Universidade Federal do Ceará

 

Compartilhar