Encontro – Ministro desafia empresários a contribuir para a educação

Encontro – Ministro desafia empresários a contribuir para a educação

São Paulo – O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, fez um desafio aos empresários brasileiros: “O Brasil consolidou a democracia e a economia, mas não seremos um país desenvolvido enquanto não respondermos a questão do atraso na educação.”

Mercadante participou de almoço-debate com a presença de mais de 290 empresários, reunidos no Fórum Lide, promovido em São Paulo pelo Grupo de Líderes Empresariais Lide, uma das mais importantes entidades desse setor no Brasil. O ministro provocou os empresários da construção civil para que se empenhem na modernização dos métodos de construção e criem novas soluções de engenharia para a multiplicação de creches e pré-escolas.

“O governo federal tem pressa, os prefeitos estão demorando de dois a dois anos e meio para construir uma creche, mesmo com o MEC liberando os recursos prontamente. Precisamos de soluções mais criativas e inovadoras. Queremos construir mais dezesseis mil creches com urgência.”

Mercadante também falou aos empresários que os níveis de qualidade da educação pública ainda são muito baixos, mesmo que o Brasil tenha sido um dos países com melhor índice de melhora de sua posição no Programa Internacional de Avaliação de Alunos (Pisa) na última década. “Para reagir, precisamos alfabetizar as crianças até os oito anos. No Norte e Nordeste, um quarto das crianças não se alfabetiza na idade certa.”

O ministro Mercadante convocou ainda os empresários para participar do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). “Precisamos ser parceiros no esforço de formar esta geração. Temos que repensar a escola e o ensino médio com tecnologia”, disse.

O ministro também convidou os empresários reunidos no Fórum Lide a participar da organização de uma Olimpíada Educacional. “Seria uma forma inteligente de aproveitarmos a herança da copa do mundo de futebol e das olimpíadas de 2016.”

Compartilhar