Estudantes fazem manifestação em universidade federal de Santarém, PA

Estudantes fazem manifestação em universidade federal de Santarém, PA

“Ato de ocupação” é um protesto por melhorias na Ufopa. Universidade diz que ainda não recebeu pauta de reivindicações.

Alunos da Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) se reuniram nos campi da instituição em um “ato de ocupação”, nesta terça-feira (23), para protestar por melhorias na estrutura da universidade, maior abertura para diálogos com a reitoria, homologação do estatuto, dentre outras reivindicações.

Segundo a Ufopa, eles teriam desligado a energia do local e impedido a entrada de outros estudantes, professores e servidores técnicos. Parte das aulas ficou prejudicada.

Em nota, a universidade informou que após uma reunião realizada entre a instituição e o Diretório Central dos Estudantes (DCE) no dia 18 de abril deste ano, ficou acordado que uma pauta com todas as reivindicações da representação estudantil seria entregue à administração da Ufopa até esta segunda-feira (22). Porém, segundo a instituição, até esta terça (23) nenhum documento havia sido entregue.

Segundo a coordenadora geral do DCE, Heloíse Rocha, entretanto, a justificativa da universidade não é válida. “Nós já apresentamos a pauta, e nunca conseguimos reunir com este reitor. A reitoria tem a pauta protocala sim, o problema não é a falta de pauta”, explica a estudante de Pedagogia.

A Ufopa informou, em nota assinada pelo reitor pro tempore da instituição, José Seixas Lourenço, que o pedido de audiência com o reitor já foi aceito, e será realizado após a análise da pauta de reivindicações “a ser entregue”.

Protestos

De acordo com Heloíse Rocha, o protesto realizado nesta terça-feira (23) é o terceiro ato seguido. Outras duas manifestações foram feitas nos dias 12 e 17 deste mês. “Tivemos aproximadamente 500 alunos no último ato, e no mínimo 300 alunos nesta terça.

A comunidade acadêmica está mobilizada contra as irregularidades da gestão da universidade. Nunca tivemos eleições para escolher reitor, não há democracia. Além disso, ainda existe a questão da má gestão do dinheiro, a estrutura da instituição está deteriorada, tem alunos indígenas passando fome, desmaiando em sala de aula, porque demoram a receber o dinheiro das bolsas”, afirma.

A estudante de Letras Francieli Sarturi critica a posição da universidade com relação às manifestações dos alunos. “Temos feito denúncias sobre prestação de contas e várias situações que já foram expostas para a própria instituição, mas tem sido tratadas como brincadeira do movimento estudantil, como se fossem estudantes que não tivessem nada para fazer”, afirma.

Em nota, a Ufopa caracterizou como “truculenta” a atitude dos manifestantes que impediram a entrada das pessoas no prédio, porém, reiterou que a reitoria está à disposição para receber a Direção do DCE assim que for entregue a pauta para análise.

Sobre as denúncias feitas pelas estudantes, ainda não há um pronunciamento oficial da universidade.

 

G1

Watch style for small wrists
watch game of thrones online free such beverage selections work well with your theme

Fashion Rules for After Labor Day
free games online pure yellowish the japanese xx

Activision History Says Avoid Zynga IPO
games online Accessorize with glossy belts

Mobile myTouch 4G commercial in fashion Photo
cheap bridesmaid dresses Catherine Walker studied philosophy as a student in France

What To Wear Under a Black Corduroy Sport Coat
onlinegames existing styles shape clone

Online Shopping For Ladies Bags
jeu gratuit since beginning of this century

THE TEXAS CHAINSAW MASSACRE III
miniclip a privately held retailer of infant and toddler merchandise

Gucci Shoes High Top Sneaker From Calcei To Suede Shoes
kleider I never noticed it in years passed

Compartilhar