Evento vai discutir situação das doenças tropicais e controle das epidemias

Evento vai discutir situação das doenças tropicais e controle das epidemias

Situação da febre amarela no Brasil, expansão das leishmanioses e da dengue na Região Sul, doença de Chagas, malária, alterações ambientais e doenças tropicais, políticas governamentais para o controle de endemias e epidemias. Estes são alguns dos temas que serão debatidos no II Encontro Catarinense de Medicina Tropical. O evento será realizado de 3 a 5 de setembro, na Associação Catarinense de Medicina, em Florianópolis.

Os temas da programação foram propostos em conjunto por pesquisadores e por administradores da área de saúde, levando em conta a importância e atualidade regional. O evento vai reunir especialistas nas áreas de medicina tropical e gestão em saúde, gestores estaduais e municipais, estudantes de graduação e de pós-graduação.

Estão abertas até 30 de agosto as inscrições para apresentação de trabalhos científicos na forma de pôster. Propostas devem ser enviadas para o e-mail sbmt.sc@gmail.com.

O evento é uma promoção da Regional de Santa Catarina da Sociedade Brasileira de Medicina Tropical e da Divisão de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina. Tem apoio da UFSC, SUS e Secretaria de Estado da Saúde de Santa Catarina.

Mais informações: http://www.proto.ufsc.br/sbmt/index.htm / e-mail: sbmt.sc@gmail.com

Na UFSC com o professor Mário Steindel / Laboratório de Protozoologia / fone 3721-5163 / e-mail: ccb1mst@ccb.ufsc.br

Programa Preliminar:
03/09 – quinta-feira
19h – Abertura
19h30 – Conferência 1
Papel da Pesquisa e do Ensino da Medicina Tropical nos Desafios para o Controle e Diagnose de Doenças Endêmicas
Carlos Graeff Teixeira (PUC/RS)

04/09
8h30 Conferência 2
Situação da Febre Amarela no Brasil: Possibilidade de uma Epidemia?
Zouraide Guerra Antunes da Costa (SVS/MS/DF)

10h Mesa-Redonda 1
História das Doenças Tropicais no Sul do Brasil
– Doença de Chagas – Mário Steindel (UFSC/SC)
– Malária – A confirmar
– Filariose linfática – Edmundo Carlos Grisard (UFSC/SC)
– Gripe Espanhola e sua importância na epidemia do vírus influenza H1N1 – Bruno R. Schlemper Jr. (UNOESC/DIVE/SES/SC)

10h – Mesa-Redonda 2
Doenças Tropicais e Meio Ambiente
– Alterações Ambientais e Doenças Tropicais – Fernando de Ávila Pires
(UFSC/SC)
– Hantavirose – Sonia Mara Raboni (ICC/PR)
– Leptospirose – Oswaldo Vitorino de Oliveira (UFSC/SC)
– Esquistossomose – Marília Siriani de Almeida (FIOCRUZ/UFSC/SC)

14h15min – Mesa-Redonda 3
Dengue na Região Sul do Brasil: Padrão Epidemiológico, Diagnóstico e Perspectivas de Controle Vetorial
– Diagnóstico Laboratorial da Dengue – Juliano Bordignon (ICC/PR)
– Situação da Dengue em Santa Catarina – Suzana Zeccer (DIVE/SC)
– Antecedentes e ensinamentos da epidemia de dengue em 2007 no Rio Grande do Sul – Laura Londero Cruz, (DIVE/SES/RS)
– Epidemiologia da dengue no Estado do Paraná – José Lúcio dos Santos
(SVS/PR) – A confirmar

14h15min – Mesa-Redonda 4
Acidentes por Animais Peçonhentos
– Experiência do SES Paraná no controle de escorpiões – Emanuel Marques da Silva (SES/PR)
– Aspectos clínico-epidemiológicos e tratamento de acidentes causados pela aranha marron – Marlene Entres (HC/PR)
– Papel dos Centros de Informação Toxicológica no suporte ao diagnóstico e tratamento dos acidentes por animais peçonhentos – Marlene Zannin (CIT/UFSC/SC)
– Aspectos clínico-epidemiológicos e tratamento do acidente Botrópico – Maria da Graça Bolsinha Marques (CIT/RS) – A confirmar

17h – Conferência 3
Doenças do Viajante: Regulamento Sanitário Internacional
Luis Antônio da Silva DIVE/SC

Dia 05/09 – sábado
8h30min Conferência 4
Políticas Governamentais para o Controle de Endemias/Epidemias
Eduardo Hage (SVS/MS/DF)

10h Mesa-Redonda 5
Expansão das Leishmanioses no Sul do Brasil: Vetores, Epidemiologia, Diagnóstico e Controle
– Aspectos Epidemiológicos da LTA em Santa Catarina – Maria Ernestina
Makowiecky (DIVE/SC)
– Co-infecção HIV/Leishmania Clínica, Diagnóstico e Tratamento – Marise da Silva Mattos(HNR/SC)
– Leishmaniose Visceral no Rio Grande do Sul – Celso dos Anjos (SES/RS)
– Vetores de Leishmanioses no Sul do Brasil – Carlos Brisola Marcondes
(UFSC/SC)

10h Mesa-Redonda 6
Zoonoses Emergentes e Re-emergentes: Epidemiologia, Diagnóstico,
Tratamento e Controle
– Cenário atual do complexo teníase/cisticercose e a notificação obrigatória no Paraná – Natal Jataí de Camargo (SES/PR) – A confirmar
– Condutas diagnósticas e terapêuticas da epilepsia na NCC – Paulo T.
Bittencourt (HU/UFSC/SC)
– Epidemiologia e diagnóstico da Hidatidose na Região Sul do Brasil – Arnaldo Zaha (UFRGS/RS)
– Brucelose – A confirmar

14h15min Mesa-Redonda 7
– Infecção pelo HIV: Co-infecções, Epidemiologia Molecular, Tratamento e Perspectiva Vacinal
– Situação epidemiológica do HIV no Sul do Brasil – Rosalie Knoll
(Univali/SMS/Itajaí/SC)
– Hepatites virais e HIV – Leandro Queiroz Santi (PNHV/MS/DF)
– Tratamento atual do HIV – Luis Gustavo Escada Ferreira (HRSJ/SC)
– Perspectivas de vacina para o HIV – Juvêncio José Duailibe Furtado
(FMABC/SP) – A confirmar

14h15 – Mesa-Redonda 8
Tuberculose e Outras Micobacterioses de Importância Médica: Diagnóstico, Resistência e Tratamento
– Pesquisa da tuberculose em Santa Catarina – André Báfica (UFSC/SC)
– Tuberculose resistente no Brasil – Simone Senna (UFSC/SC)
– Tratamento de tuberculose e outras micobacterioses – Gisela Unis
(HSP/RS)
– Micobactérias não tuberculosas na região Sul do Brasil – Dra. Maria Luiza Bazzo (UFSC/SC)

16h30 Conferência de encerramento
Micoses Sistêmicas no Contexto das Doenças Tropicais Negligenciadas
Flavio de Queiroz Telles (UFPR/PR)

Compartilhar