Ex-coordenador do Forplad comemora lançamento de plataforma para acompanhamento do PDI

Ao encerrar a gestão à frente do Fórum Nacional de Pró-reitores de Planejamento e Administração (Forplad), professor Tomás Dias Sant’Ana (Unifal), fala sobre os desafios e conquistas dos últimos quatro anos e apresenta o “Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI: um guia de conhecimentos para as Instituições Federais de Ensino”. O livro propõe uma estrutura para a elaboração do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) de universidades públicas.

Professor, do que trata o ForPDI?
ForPDI é uma plataforma aberta para gestão e acompanhamento do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) das Universidades Federais e outras Instituições Públicas (portal: www.forpdi.org). Seus principais idealizadores e colaboradores são: Comissão de Planejamento do Fórum Nacional de Pró-reitores de Planejamento e Administração (FORPLAD), UNIFAL, UFLA, UNB e outras Universidades participantes do grupo de trabalho, que auxiliaram nas discussões e definição da plataforma. O ForPDI, portanto, envolve uma equipe de professores, pesquisadores e técnicos das áreas de administração e gestão, sistemas de informação, ciência da computação e de políticas públicas, altamente especializados.

Como surgiu a necessidade do ForPDI?
Surgiu da necessidade de uma tecnologia de acompanhamento do PDI das Universidades em tempo real e de forma transparente, colaborativa, eficiente, rápida e segura. Com o ForPDI é possível cadastrar todo o planejamento estratégico, inserir os valores das metas alcançadas, monitorar o desempenho das metas, elaborar, difundir e executar o PDI.

O que compõe o ForPDI?
O FORPDI é composto por três estruturas principais:
Documento de referência: tem como objetivo propor uma estrutura para a elaboração do PDI de Instituições de Ensino Públicas. Resultou na publicação, com o apoio da ANDIFES, do livro “Plano de Desenvolvimento Institucional – PDI: um guia de conhecimentos para as Instituições Federais de Ensino”. Link para baixar o livro em PDF: http://www.forpdi.org/metodologia.php.
Capacitação on-line: a capacitação on-line permite preparar as equipes de planejamento das Instituições Federais de Ensino para Elaboração do PDI, para utilização das principais ferramentas de Planejamento Estratégico e também para utilização do software. Link: http://www.forpdi.org/capacitacao.php. Software: plataforma aberta para gestão e acompanhamento do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) das Universidades Federais e outras Instituições Públicas. Link para baixar o software: http://www.forpdi.org/aPlataforma.php.

De onde partiu a iniciativa de produção do livro?
O Planejamento Estratégico das Universidades é materializado pelo Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), importante ferramenta de auxílio para as IES, que subsidia o desenvolvimento do planejamento institucional dessas organizações. Todavia, os documentos oficiais que apresentam as diretrizes para a elaboração do PDI não oferecem uma metodologia para elaborá-lo ou mesmo implementá-lo. Esses documentos apresentam apenas os elementos que devem constar no documento final do PDI. Assim, surgiu a necessidade de propor um método de elaboração do PDI, tomando como base ferramentas já presentes no contexto empresarial, tais como a análise SWOT, o Balanced Scoredcard (BSC), o Planejamento Estratégico Situacional (PES), dentre outras. Além disso, quando do uso dessas ferramentas, é preciso acrescentar questões específicas relacionadas às IES públicas e às legislações que as regem. A elaboração de um documento que ofereça um formato comum de PDI trará ganhos para as IES e também para os órgãos responsáveis por sua avaliação, uma vez que englobará, em seu corpo, os elementos necessários para tal, de forma padronizada.

Quais os objetivos e propostas do livro?
O livro tem como objetivo principal propor uma estrutura para a elaboração do PDI de instituições de ensino públicas. É um ponto de partida para a elaboração de uma estrutura completa que atenda às demandas das IES de forma efetiva e, ao mesmo tempo, consiga ser aprovado nas instâncias governamentais necessárias. Para atingir esse objetivo o guia apresenta a motivação legal para a elaboração dos PDIs, seguida da apresentação de cinco diferentes ferramentas utilizadas para o planejamento estratégico: análise SWOT, análise de cenários, BSC, PES e Canvas. Por fim, apresenta a estrutura recomendada para a elaboração do PDI e a descrição de cada um dos elementos que o compõe.

Quem é o público-alvo do Livro?
O público-alvo do livro são as Instituições Federais de Ensino Superior – IFES e os Institutos Federais de Educação, Ciência e Tecnologia – IFET.

Como foi a produção do conteúdo?
O conteúdo foi estruturado inicialmente pelos 12 autores principais, que incluem docentes, discentes de Graduação, Mestrado e Doutorado da UNIFAL, UFLA e UNB e Gestores das Pró-Reitorias de Planejamento e Administração das IFES. Após essa primeira etapa, foi submetido ao Grupo de Trabalho do ForPDI e na sequência à Comissão de Planejamento e Avaliação do FORPLAD, nesta etapa foram realizadas correções e incrementos importantes criando um documento com as características do FORPLAD. Finalmente foi encaminhado e aprovado pela Plenária do Fórum.

Sobre sua gestão à frente do Forplad, como foi a experiência?
Estive à frente do Forplad por quatro anos – dois mandatos (2014 – 2015 e 2016 – 2017), período marcado pela necessidade de consolidação do crescimento do sistema e infelizmente pela redução do orçamento de nossas Instituições. Com todo esse cenário, foi um período de grandes desafios, mas também de muito aprendizado e de crescimento profissional e pessoal, oportunizados, principalmente, pela troca de conhecimento com gestores altamente capacitados e envolvidos com a Universidade Pública, Gratuita e de Qualidade.

Quais foram os maiores desafios desses quatro anos?
Diversos desafios surgiram ao longo desses últimos quatro anos, com destaque para a quantidade de demandas e os problemas com a liberação de orçamento e também de financeiro. Outro grande desafio, que merece destaque, foi o de assumir a gestão por um segundo mandato, o que exigiu um esforço ainda maior para manutenção/melhoria da condução do Fórum.

E quais foram as maiores conquistas do Fórum nesse período?
Como maiores conquistas posso destacar grupo extremamente participativo, articulado e focado em processos de melhoria contínua; implantação dos projetos ForPDI e ForRISCOS (em andamento); avanços nos modelos de distribuição de recursos; ampliação da articulação com os demais foruns e colégios; ampliação da articulação com a Secretaria de Tecnologia da Informação e com a Secretaria de Gestão do Ministério do Planejamento e o apoio da Subsecretaria de Planejamento e Orçamento e da Secretaria de Ensino Supeior do Ministério da Educação.

Qual é o sentimento no encerramento desse período de coordenação?
Estou muito feliz e realizado por ter encerrado mais um ciclo importante em minha vida, com o sentimento de “dever cumprido”, sabendo é claro dos grandes desafios que a Universidade Pública, Gratuita e de Qualidade terá pela frente.

Quais os próximos desafios do Forplad?
Considerando o momento atual, creio que manter o grupo participativo e articulado será o maior desafio do FORPLAD. Na sequência, continuar o desenvolvimento de ferramentas e técnicas que visem melhorar a gestão de nossas Instituições.

Compartilhe: