Fórum Permanente das Licenciaturas debate formação e docente na UFTM

Fórum Permanente das Licenciaturas debate formação e docente na UFTM

A expectativa é “apresentar uma proposta para a formação de professores na UFTM”

Com a proposta de se “constituir um espaço para que os docentes e discentes formulem e acompanhem a criação de uma política para as licenciaturas da UFTM” foi instituído o Fórum Permanente de Discussão das Licenciaturas, cujo objetivo é promover o debate acerca da formação e a prática docente, informa a Comissão responsável por organizar e sistematizar as atividades do Fórum.

Entre os temas a serem debatidos a partir da instalação e atuação do Fórum está a “reestruturação curricular dos cursos de licenciaturas, a identidade docente, o estágio curricular supervisionado, a prática como componente curricular; avaliação da aprendizagem no ensino superior; as políticas e práticas de formação de professores desenvolvidas pela UFTM e demais instituições de ensino superior; e a definição de uma política institucional para os cursos de formação de professores para a educação básica”.

Encontro e GTs
No dia 11 de maio, segunda-feira, acontece o primeiro evento institucional do Fórum Permanente. Pela manhã, às 9h, será proferida a palestra “Crise na formação inicial de professores: as licenciaturas”, pela professora Bernadete Angelina Gatti, vice-presidente da Fundação Carlos Chagas, no auditório do Ambulatório de Especialidades, na avenida Getúlio Guaritá, 331. À tarde, no Centro Educacional da UFTM, na sala T-03, membros comissão organizadora apresentam um breve panorama das discussões atuais sobre a formação de professores e orientam o início das atividades dos Grupos de Trabalho, que contará com a participação da convidada, Bernadete Gatti.

A partir desse encontro, será desencadeada uma série de atividades e dois encontros estão planejados para 2015, com objetivo de socializar as discussões dos GTs, discutir outros temas, refletir e fazer o fechamento das discussões, informa a Comissão. Para o primeiro dia de atividades não há necessidade de inscrições prévias, pois o credenciamento será feito no período da manhã a partir das 8 horas, no local do evento.

Ao congregar discentes e docentes, o Fórum Permanente visa “consolidar as “identidades” dos cursos, compartilhar iniciativas de inovações curriculares e práticas de estágio, discutir sobre a responsabilidade social e formativa da UFTM no que se refere a formação inicial de professores, bem como ampliar a discussão acerca da formação de professores na UFTM”. E ao final do processo, a expectativa é “apresentar uma proposta para à formação de professores”, informam os organizadores.

Como nasceu o Fórum
A proposta de realização do Fórum surgiu, em setembro de 2014, durante reunião de docentes das diversas licenciaturas com o pró-reitor de Ensino, Wagner Roberto Batista, quando os professores manifestaram “o desejo de organizar um espaço para diálogo sobre questões das licenciaturas da UFTM”. Assim, foi constituída uma Comissão, ainda em 2014, com participação de representantes docentes e discentes dos institutos de Ciências Exatas, Naturais e Educação – Icene e de Educação, Letras, Artes, Ciências Humanas e Sociais – Ielachs, do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência – Pibid, do Comitê Gestor Institucional de Formação Inicial e Continuada de Profissionais da Educação Básica – Comfor e da Pró-Reitoria de Ensino, os que tem trabalhado para organizar e sistematizar as atividades do Fórum Permanente de Discussões das Licenciaturas.

Rosangela R Cunha – Jornalista UFTM

Compartilhar