FURG discute sobre Neurociências e Educação e firma convênio com o Instituto Ayrton Senna

FURG discute sobre Neurociências e Educação e firma convênio com o Instituto Ayrton Senna

A interface entre Neurociências e Educação está em pauta na Universidade Federal do Rio Grande (FURG). O Centro Integrado de Desenvolvimento do Ecossistema Costeiro e Oceânico do Extremo Sul (Cidec-Sul) sedia até 25 de julho o 2º Seminário Nacional de Neurociências Aplicadas à Educação: Desafios e Possibilidades. Entre os objetivos do evento, estão a divulgação do conhecimento produzido na intersecção entre Neurociência e Educação e a integração das entidades que desenvolvem pesquisas científicas na área.

Na abertura do evento, a reitora da FURG, Cleuza Dias, parabenizou a coordenação do seminário, os participantes e agradeceu a presença do diretor de articulação e inovação do Instituto Ayrton Senna,professor Mozart Ramos Neves, que atuou como reitor da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e no Conselho Nacional de Educação. Também estiveram presentes na mesa de abertura o diretor do Instituto de Ciências Biológicas, Adalto Bianchini, e as professoras organizadoras do evento, Daniela Martí Barros e Fernanda Hammes de Carvalho.

A reitora também ressaltou a importância das Neurociências para a Educação. “As neurociências são uma alternativa para que possamos entender os processos lógicos de aprendizagem e refletir sobre a formação docente”, salienta. Na sequência, Cleuza assinou convênio com o Instituto Ayrton Senna. O objetivo do acordo é celebrar a cooperação entre as entidades e os intercâmbios nas áreas de ensino, pesquisa, extensão e tecnologia.

Para dar continuidade à programação da manhã de quinta-feira, o professor Alfred Sholl-Franco,da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), proferiu a conferência de abertura. Sholl-Franco dedica-se a pesquisas sobre proliferação, diferenciação e morte celular no sistema nervoso; e à neuroeducação, nas áreas de corporeidade, aprendizado, narrativa e arte.

Plasticidade Cerebral e Aprendizagem

A professora da FURG, Daniela Marti Barros, foi a primeira palestrante da tarde no 2º Seminário Nacional de Neurociências Aplicada à Educação, que está sendo realizado no Centro Integrado de Desenvolvimento Costeiro (Cidec-Sul). O tema da palestra foi “Plasticidade Cerebral e Aprendizagem”.

De acordo coma professora, o cérebro está em constante plasticidade. São normalmente 86 milhões de neurônios no ser humano que estão em constante movimento. Daniela Barros explica que não há remédios para a redução da perda de neurônios. O que existe são tratamentos que retardam essa perda. A docente acrescenta ainda que os neurônios apresentam grande potencial de adaptação, ocasionado pelos processos de aprendizagem e memória através da plasticidade, modificações morfológicas e estruturais.

Durante a exposição, a professora abordou ainda o processamento da memória para uma plateia de alunos e professores. Elemento de aquisição, consolidação e evocação, a memória pode ter curta ou longa duração, dependendo da situação e dos elementos envolvidos. “Sua função é a de manter a informação ativada do cérebro apenas pelo tempo necessário”, explicou.

Avaliação

A professora da FURG, Fernanda Hammes de Carvalho, uma das coordenadoras do evento, afirma que o seminário tem o objetivo de aproximar a neurociência da educação, com benefícios para professores e alunos. “Existem várias ações em salas de aula e estabelecimentos de educação que podem ser compreendidos e estudados com essa aproximação”, salientou. De acordo com Fernanda, num primeiro momento há possibilidades e, num segundo, desafio.

Dentro desse contexto explicado pela professora, foram tratados ainda nesta tarde a “Nutrição e Atividade Física na Escola”, com o professor Sérgio Gomes, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), e “O Sono na Sala de Aula”, com o professor Fernando Louzada, da Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Pôsteres

O 2º Seminário Nacional de Neurociências Aplicada à Educação apresentou no início da tarde desta quinta-feira, 24, a exposição de pôsteres relativa ao tema do evento. A asa norte do Centro Integrado de Desenvolvimento Costeiro (Cidec-Sul) foi o local escolhido para receber os trabalhos.

Os autores recebiam os visitantes e, orgulhosos, falavam do assunto do trabalho em cada um dos pôsteres. Professores, alunos de Graduação e de Pós-Graduação foram os responsáveis pelos trabalhos, cuja natureza era a mais diversificada. Ia desde textos elaborados em disciplinas, não tendo sido ainda tornados públicos, até projetos desenvolvidos junto às comunidades. Além da FURG, a anfitriã do seminário, participaram da exposição integrantes da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), com o curso de Psicologia, além de pessoas de Lajeado e Santo Antonio da Patrulha. A prefeitura de Rio Grande também esteve presente com projeto que envolve as secretarias de Saúde, Educação e Assistência Social.

O 2º Seminário Nacional de Neurociências Aplicadas à Educação: Desafios e Possibilidades é promovido pelos Programas de Pós-Graduação em Fisiologia Animal Comparada e em Educação em Ciências: Química da Vida e Saúde. Outras informações podem ser obtidas no sitedo evento.

Ascom FURG

 

Colour Yourself Out of the Recession
free games online plus fashion accessory wisdom suitable for kids and thus young women

Review of the 4th Annual Charm City Fashion Show
free online games What Is Fashion Merchandising Management

Best Mobile Phone Contracts With Free Latest Handsets
cheap wedding dresses At their factory

Kendall Kylie Jenner Spill Their Beauty Secrets
forever 21 The zen garden is coming

Thriftique Showroom is Cleveland’s ultimate thrift store for designer duds
free online games time for that is now over

Key Strategy to Lay the Foundation and Build a Successful Business
miniclip He was in a black 3 button

Logos for Fashion and Clothing
kleider metro area temporary as well as plaid pipes

Victoria’s Secret Swimwear Roberto Cavalli Sunglasses
cool math Unless it the nicest

Compartilhar