FURG e AOCEANO lançam o CBO’2010 e as comemorações dos 40 anos do curso de Oceanologia

FURG e AOCEANO lançam o CBO’2010 e as comemorações dos 40 anos do curso de Oceanologia

A Universidade Federal do Rio Grande (FURG) e a Associação Brasileira de Oceanografia (AOCEANO) lançam, oficialmente, nesta manhã de terça-feira, dia 17 de março, às 10h, no Auditório João Rocha (PROPLAN), a quarta edição do Congresso Brasileiro de Oceanografia (CBO’2010), que ocorrerá de 18 a 22 de maio de 2010 no Centro Integrado de Desenvolvimento Oceânico e Costeiro (CIDEC-SUL), no Campus Carreiros.

A solenidade também dará início às comemorações dos 40 anos do curso de Oceanologia da FURG. Uma programação especial começa a ser preparada para comemorar o surgimento do mais antigo curso da modalidade no país. Criado em 1970, o curso da FURG é considerado o marco inicial do ensino de graduação em Oceanografia no Brasil. Entre as atividades já programadas para 2010 estão o lançamento de um livro com a história do curso de Oceanologia e a realização de uma sessão solene, inicialmente prevista para 20 de maio, durante o CBO’2010. A organização pretende convidar os cerca de 1000 egressos para confraternizarem ao longo de uma semana com seus colegas de curso, familiares, docentes e funcionários da Universidade.

Paralelamente ao CBO’2010, a AOCEANO também promoverá a V Feira Técnico-Científica Brasil Oceano. A Feira é uma oportunidade para que as empresas mostrem seus produtos e serviços para os profissionais que trabalham com Oceanografia.

A terceira edição do CBO, realizada em 2008 em Fortaleza, no Ceará, reuniu quase 2,3 mil participantes, de 186 instituições de 21 estados brasileiros e de 12 diferentes países. A FURG e a OCEANO pretendem superar estes números, reunindo em Rio Grande mais de 3 mil congressistas neste que é o mais importante evento técnico-científico das ciências do mar no Brasil. Os debates, palestras, workshops e apresentações de trabalhos científicos programados para o evento servirão para divulgar os novos conhecimentos e técnicas desenvolvidas, transformando por uma semana a cidade do Rio Grande no centro das atenções da comunidade científica e profissional ligada as ciências do mar e a oceanografia em particular.

Compartilhar