FURG – Projeto vai oferecer design gráfico para população de baixa renda

FURG – Projeto vai oferecer design gráfico para população de baixa renda

Ajudar pequenos empreendedores, como prestadores de serviço de baixa renda, vendedores autônomos de baixa renda, pessoas em condições de vulnerabilidade social e coletivos, com a imagem do seu negócio. Esse é o objetivo do projeto “Design Gráfico Social”, que foi apresentado na tarde da última sexta-feira (30), no Salão Nobre Deputado Carlos Santos, no prédio da prefeitura.

O projeto é uma parceria entre a Prefeitura de Rio Grande, através da Secretaria de Cidadania e Assistência Social (SMCAS) e a Universidade Federal do Rio Grande (FURG), por meio do Instituto de Letras e Artes (ILA). A secretária de Cidadania de Rio Grande, Cristina Juliano e a professora e coordenadora do curso de Artes Visuais da FURG, Fabiane Pianoviski, explicaram ao público presente na cerimônia – entre interessados e estudantes do próprio ILA – como o projeto vai funcionar.

A gestora da SMCAS conta que o benefício será mútuo para ambas as partes envolvidas na iniciativa. “O projeto vai unir duas pontas muito importantes dessa cadeia, que é o estudante em formação, que procura uma oportunidade de experiência profissional e de emprego, e aquelas pessoas em situação de vulnerabilidade, que estão buscando o acesso ao mundo do trabalho e precisam qualificar o seu negócio. Ganham tanto a extensão da universidade quanto os usuários da assistência social no município”, pontuou.

A ação articulada entre Prefeitura e Universidade visa implementar mais mecanismos para o encaminhamento ao mundo do trabalho, além do próprio empoderamento do público da assistência social. A academia vai, com seus alunos, orientados por professores, proporcionar uma identidade visual (cartões de visita, folders, folhetos, banners) aos serviços e produtos que essas pessoas oferecem e poderá, inclusive, auxiliar na apresentação dos serviços nas redes sociais e websites. “A gente sabe que hoje a questão do pleno emprego é muito difícil e nós trabalhamos muito com um público que tem pouca escolaridade, que faz um trabalho muito na informalidade, presta algum tipo de serviço, oferta algum tipo de produto. Esse trabalho vai, entre outros aspectos, aumentar sua autoestima e fazer com que ele apresente sua oferta de maneira mais qualificada”, completa Cristina.

A coordenadora do curso de Artes Visuais da FURG anunciou a abertura das inscrições, que já puderam ser feitas ali mesmo no local após a apresentação, e explicou como o atendimento vai funcionar, na prática. “Após a inscrição dos participantes, preenchimento de formulários com os dados, o Núcleo de Artes Visuais em Estudo (NAVE), que é o nosso projeto de extensão, vai marcar uma reunião de atendimento ao beneficiário, para o briefing, que é o planejamento inicial do design da marca junto ao cliente”, explicou Fabiane Pianoviski. O Núcleo já possui outras parcerias com a Prefeitura/Acessuas, como a do Conexões Juventude EJA.

O Acessuas/SMCAS será o intermediário para o encaminhamento das pessoas que podem se beneficiar do projeto, vez que já atendem rotineiramente o público-alvo, realizando o encaminhamento dessas pessoas para o SINE, elaborando currículos, e promovendo capacitação profissional. A Juliana Quaresma e a Camila de Freitas, da equipe do Acessuas em Rio Grande, participaram da apresentação do projeto e contaram um pouco sobre a rotina de atendimento no local, que tem o papel de fortalecer os usuários para que eles se tornem protagonistas do acesso ao emprego.

A concepção de identidade visual, logotipos, cartões de visita, folder, folhetos será gratuita. Já custos como impressões ou domínio de uso na web ficarão a cargo dos participantes do projeto.

As inscrições podem ser realizadas em todos os CRAS de Rio Grande, na sede da própria SMCAS (Rua General Osório, nº 536, Centro) e no NAVE (Campus Carreiros/prédio do ILA).

Compartilhar