Governador do DF visita UnB para planejar ações conjuntas

Governador do DF visita UnB para planejar ações conjuntas

Encontro discutiu temas como obras, iluminação, transporte e saúde. GDF comprometeu-se a finalizar segundo prédio da UnB Ceilândia até 19 de março

O governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, visitou a UnB para traçar uma estratégia de colaboração mútua. Ele o reitor Ivan Camargo trataram de ações do GDF em cinco grandes áreas da UnB: obras, iluminação, transporte, saúde e convênios. “Todas as demandas da UnB são viáveis, em áreas básicas, que temos o dever de atender. É do interesse do GDF que a UnB seja uma parceira ativa e ofereça embasamento científico nas mais diversas áreas do conhecimento”, disse o governador. “Acredito que tivemos uma reunião muito produtiva, e a partir de agora vamos montar uma agenda entre as áreas da UnB e do governo para que possamos executar essas ações”, afirmou o reitor. O encontro aconteceu nesta quinta-feira, 7 de fevereiro, e contou com a presença de sete decanos da Universidade e cinco secretários de governo.

Na reunião, o GDF comprometeu-se a finalizar a obra da Unidade de Ensino e Docência (UED) da UnB Ceilândia até 19 de março. O compromisso foi assumido pelo secretário de Obras do DF, Davi José de Matos e o presidente da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), Nilson Martorelli. As salas de aula, os laboratórios de pesquisa e a biblioteca do prédio estarão funcionando no início do primeiro semestre letivo de 2013. “Será feita uma força-tarefa para cumprir os prazos e garantir a melhor estrutura possível no início das aulas”, afirmou a professora Diana Pinho, diretora do campus Ceilândia. “Já posso dizer à comunidade acadêmica da UnB que vamos começar as aulas em Ceilândia no dia 1º de abril”, disse o reitor.

Na primeira semana de março deve acontecer o translado do mobiliário das salas de aula do Centro de Ensino Médio nº 4 de Ceilândia para o novo edifício. Assim, todas as aulas da graduação já serão realizadas no novo campus. Em seguida, será a vez dos laboratórios de habilidades específicas e de Informática, que ainda precisam de climatização para funcionar já que muitos dos aparelhos são delicados. Por último, o acervo da Biblioteca da UnB Ceilândia será levado para a UED. “Criamos um cronograma que garante que nada será desativado de uma só vez. Vamos fazer o transporte aos poucos, sem prejudicar as atividades”, disse Diana. O diretor da Novacap disse ainda que pretende reforçar os trabalhos de urbanização em volta do campus, para que o acesso dos alunos seja facilitado no início do semestre.

ILUMINAÇÃO – Outra proposta que fez parte da agenda entre UnB e GDF é quanto à iluminação. A ideia é que a Companhia Energética de Brasília (CEB) assuma a responsabilidade pela iluminação das áreas comuns da UnB. Hoje, a Universidade é quem paga pela energia consumida nos postes de luz localizados no campus Darcy Ribeiro. Rubem Fonseca, presidente da CEB, explica que a UnB é autônoma no uso da energia fornecida pela distribuidora. “Precisamos achar uma alternativa para não ferir esse princípio. Mas poderíamos oferecer uma série de benefícios para a comunidade universitária”, disse. Segundo o presidente, o número de postes poderia ser aumentado e análises luminoténicas – para aferir a intensidade da luz em áreas dos campi – poderiam ser feitas. “Isso traria mais segurança para todos dentro da Universidade”, afirmou Rubem.

O governador também citou a questão do transporte dos alunos para UnB, lembrando que a licitação para linhas de ônibus do DF deve ajudar a melhorar a situação. Mas destacou que quer ver a Universidade como símbolo do uso de bicicletas em Brasília. “Já fizemos 200 km de ciclovias e faremos mais 156 km”, disse Agnelo. Para ele, a UnB poderia ser um símbolo do estímulo ao uso de bicicletas em Brasília, com vários estudantes chegando à Universidade por meio das ciclovias.

Quanto ao HUB, o governador destacou a importância do hospital para a rede pública de Brasília. “O HUB é fundamental para o bom fncionamento do sistema. Quando existe algum problema no atendimento lá, toda a rede sente o impacto”. Segundo Agnelo, o GDF ainda mantém o plano de fazer uma parceria com a UnB para administrar a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no Paranoá, onde alunos da área de saúde já realizam diversas ações sociais.

“Quero que a UnB seja uma parceira no enfrentamento das questões sociais do DF, que vão desde o planejamento urbano até a preservação ambiental”, afirmou o governador. “Precisamos de conhecimentos científicos e tecnológicos para que Brasília possa crescer e se desenvolver”.

 

Leonardo Echeverria e Diogo Lopes de Oliveira –  UnB

 

How do you wear bootcut jeans
free online games Include before and after wardrobe makeover photos

250 is still King of heavy duty pickup trucks in Texas
cheap prom dresses material without chemical hazards

Nicholas K Fall 2012 Collection
forever 21 such as The Brady Bunch

Packing For A trip Through Ibiza
free online games With this in mind

Some Of The Basics You Need To Know About Boating Shoes
jeu gratuit And in what way is the revenge best served

Fashion For a Renaissance Wedding
games Naive presidential promises

How to Decorate a 7
kleider the models are almost always still those skinny minny girls

BEST WESTERN PLUS Executive Suites
cool math games luxury concept attraction line

Compartilhar