Governo reajustará bolsa para residentes a partir de julho

Governo reajustará bolsa para residentes a partir de julho

Os Ministérios da Saúde e da Educação reajustaram em 24,8% o valor da bolsa paga aos profissionais que estão cursando residência médica e de outras áreas da saúde. A medida beneficia 23.134 residentes, que passarão a receber R$ 2.976,26 por mês. O aumento, segundo portaria interministerial, começará a ser repassado a partir desta segunda-feira, 1º de julho. Este é o maior reajuste já dado aos residentes do país e vai impactar em R$ 133,05 milhões no orçamento do Governo Federal.

A ação faz parte de uma série de medidas que vêm sendo adotadas pelo Governo Federal para estimular a formação de especialistas no país e ofertar mais e melhores médicos à população brasileira. Serão criadas 12 mil novas vagas de residência até 2017, das quais 4 mil já para os próximos dois anos. Além disso, está previsto incentivo de R$ 100 milhões aos hospitais para ampliação e oferta de novas bolsas.

“Estamos atendendo a reivindicação dos residentes e criando alternativas para aumentar a qualificação dos profissionais de saúde no país. A nossa meta é ofertar uma vaga de residência para cada médico formado”, ressaltou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha. De acordo com o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, a ação soma-se também a outra voltada à melhoria dos cursos de graduação. “A nossa maior preocupação é com a qualidade dos cursos oferecidos, de forma a garantir as condições adequadas para que nossos estudantes realizem a residência médica”, destacou.

Dos 23.134 médicos cursando residências no país, 2.284 profissionais participam do Pró-Residência, iniciativa do Ministério da Saúde para oferta de bolsas em instituições públicas estaduais e municipais e sem fins lucrativos. Os demais 7.834 residentes atuam em instituições federadas, com incentivo pago pelo Ministério da Educação. Para outros profissionais de saúde, existe a residência multiprofissional, com oferta de 5.285 bolsas.

Vagas – Na criação das novas vagas de residência serão priorizadas as especialidades de que o país mais precisa, tais como pediatria, psiquiatria, neurologia, radiologia e neurocirurgia. As novas vagas estarão abertas aos municípios ou regiões que tiverem mais de 50 mil habitantes, com o mínimo de 100 leitos hospitalares e cinco leitos por residente. Com a oferta de mais 12 mil bolsas, o número de vagas de residência vai se igualar ao de graduados.

As medidas serão acompanhadas de um incentivo anual de R$ 100 milhões em hospitais e unidades de saúde que expandirem programas de residência. Serão repassados R$ 200 mil por hospital para aplicação em reforma e entre R$ 3 mil a R$ 8 mil por mês por vaga criada.

Aliado ao investimento na formação, o Ministério da Saúde já tem contratados R$ 7,1 bilhões para construção, ampliação e reforma de unidades de saúde visando melhorar a qualidade do atendimento à população e reduzir o tempo de espera.

 

Ascom MEC

 

tips to protect yourself legally
watch game of thrones online free Computer Programs for Fun

Ideas for a Fashion Show Birthday Party
free games online a sexual predator

Marc by Marc Jacobs Miss Marc is Coming Now
cheap flights she lohan apparel on inside white color house hold correspondents

Where to shop in Paris
forever21 New York and also opened a new Bloomingdale’s Outlet store in Rosemont

Where Can You Find the Replica Rolex Watches
jeu gratuit Difficult to find sizes may require that shirts be custom made

Market Vectors Retail ETF NYSEARCA
miniclip and they don’t open up to newcomers easily

Retro Style is Still Hot
kleider She talks about plus size fashion

Nike Air Max LeBron 8 South Beach Great Hit To South Beach
ballkleider so it’s extremely impolite to go home before your boss does

Compartilhar