Haddad falará sobre livros didáticos em nova audiência

Haddad falará sobre livros didáticos em nova audiência

O ministro da Educação, Fernando Haddad, deve debater no Senado o conteúdo de livros didáticos recomendados pelo ministério para uso nas escolas públicas. Ele confirmou sua presença, amanhã, em audiência pública na Comissão de Educação, Cultura e Esporte (CE). Convidado para discutir o mesmo tema no dia 17 de maio, o ministro enviou representantes que foram impedidos pelo presidente da CE, senador Roberto Requião (PMDB-PR), de participar da audiência.

Requião argumentou que os representantes do ministro não haviam sido convidados e acrescentou que Haddad aceitara o convite, não justificou a ausência e “deveria ter tido a gentileza de comparecer”.

A audiência do dia 17 tratou da politização de livros didáticos aprovados pelo MEC, que, na visão de alguns senadores, contêm críticas ao governo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e elogios à gestão de Luiz Inácio Lula da Silva. Desde então, surgiram outras denúncias apontando que livros de português desrespeitam a norma culta da língua e que materiais didáticos abordam de forma inadequada questões referentes à homofobia, ao gênero e aos aspectos étnico-raciais.

Dois senadores do PSDB, Cyro Miranda (GO) e Alvaro Dias (PR), chegaram a entrar com representação contra Haddad junto à Procuradoria-Geral da República.

Compartilhar