Indicador do MEC coloca universidades federais entre as 10 melhores do país

Indicador do MEC coloca universidades federais entre as 10 melhores do país

Das dez melhores universidades do Brasil, nove são instituições federais. É o que aponta o índice Geral de Cursos (IGC) divulgado nesta segunda-feira, 8, pelo MEC. Num total de 1.837 instituições superiores cadastradas (universidades, centros universitários e faculdades), 78,8% tiveram IGC calculado pelo Inep. Das 173 universidades avaliadas, em primeiro lugar está a Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP) com 439 pontos, de uma escala que vai de 0 a 500, seguida da Universidade Federal de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA), com 425 pontos, e da Universidade federal de Viçosa, que está em 3º lugar com 417 pontos. Nenhuma universidade conseguiu alcançar os 500 pontos.

Esta é a primeira edição do IGC, indicador de qualidade das instituições de educação superior, onde estão sintetizadas, para cada instituição, a qualidade de todos os seus cursos de graduação, mestrado e doutorado, distribuidos nos campi e municípios onde a instituição atua. Com o novo indicador, torna-se possível fazer análises comparativas de desempenho por organização acadêmica, por UF e região geográfica e por categoria administrativa (federais, estaduais, municipais e privadas)

Para o cálculo do IGC, o Inep utiliza a média dos conceitos preliminares dos cursos (CPC) da instituição, componente relativo à graduação, e o conceito fixado pela Capes, para a pós graduação. A média dos conceitos dos cursos é ponderada pela distribuição dos alunos entre os diferentes níveis de ensino ( graduação, mestrado e doutorado).

 Nesta edição foram utilizados os CPCs do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) no período de 2005 a 2007.  A nota da Capes é a referente à avaliação do triênio 2004-2006. Em sua composição, o IGC também considera infra-estrutura, instalações, recursos didático-pedagógicos e corpo docente da universidade.

Esse novo indicador será divulgado anualmente pelo Inep/MEC, sempre após a apresentação dos resultados do Enade e do CPC.  As instituições que ainda não tiveram seu indicador calculado, em geral, são instituições novas que não possuem concluintes em seus cursos.

Compartilhar