Iniciada implantação da segunda fase da Usina Fotovoltaica da UFLA

Iniciada implantação da segunda fase da Usina Fotovoltaica da UFLA

Com parte das ações voltadas à eficiência energética na Universidade Federa de Lavras (UFLA), está sendo iniciada a segunda fase de estruturação da Usina Fotovoltaica na Instituição. Em março, a Universidade recebeu mais 2.600 placas fotovoltaicas. Elas estão sendo incorporadas à estrutura de 950 módulos de geração própria de energia que já estavam instalados. Somando as duas etapas, a potência total da usina será de 1,37 megawatts-pico de energia, capaz de garantir economia de 26,3% nos gastos da UFLA com energia elétrica.

A previsão de produção de energia anual com a instalação atual é de 447.821 kWh, o que representa, aproximadamente, 6,18% do consumo de energia dos últimos 12 meses. Com as novas instalações, em poucos meses serão mais 1,2 megawatts-pico de potência, o que levará a mais 20,12% de economia, totalizando os 26,3% previstos.*

Para a concretização desse projeto, houve investimentos de 3,787  milhões de reais, incluindo recursos do orçamento da UFLA e de Termos de Execução Descentralizada (TEDs) obtidos com o Ministério da Educação – MEC (2,673 milhões de reais) e com a a Secretaria de Esportes do Ministério das Cidades (1,113 milhões de reais). “Essas ações, além de terem compromisso com a sustentabilidade, permitem economias em custeio que possibilitam à UFLA manter e ampliar investimentos no ensino e, por consequência, manter o compromisso de evoluir sempre em qualidade”, avalia o reitor da Universidade, professor José Roberto Soares Scolforo.

De acordo com a Pró-Reitoria de Infraestrutura e Logística (Proinfra), toda instalação das novas placas é realizada por equipe própria e especializada da Proinfra, gerando assim mais economia para Instituição.

Compartilhar