Inscrições de trabalhos para Bienal Universitária de Arte da UFMG estão abertas até 17 de outubro

Inscrições de trabalhos para Bienal Universitária de Arte da UFMG estão abertas até 17 de outubro

As inscrições de propostas para a Bienal Universitária de Arte, que a UFMG promove de 8 de novembro a 2 de dezembro, em parceria com a Uemg,  Secretaria Estadual de Cultura e  Fundação Municipal de Cultura, devem ser efetuadas até 17 de outubro, pelo site www.bienaluniversitariadearte.ufmg.br. O participante deverá, necessariamente, ser aluno de algum curso universitário de graduação ou pós-graduação. Serão aceitos trabalhos nas seguintes modalidades: desenho, pintura, gravura, escultura, objeto, livro de artista, cerâmica, fotografia, instalação, performance, videoarte e arte digital.

Uma cidade ocupada pela produção de jovens artistas latino-americanos é o objetivo da Bienal Universitária de Arte, que será realizada pela segunda vez em Belo Horizonte. A Bienal 1 – a primeira edição ganhou a denominação de Bienal Zero – terá mostras, exposições, conferências e mesas-redondas na UFMG, no Sesc Palladium, no Espaço CentoeQuatro, na Escola Guignard (Uemg), no Museu de Arte da Pampulha e na Galeria Livrobjeto.

“Pretendemos ocupar diversos espaços de Belo Horizonte, para que a Bienal cresça e envolva toda a cidade”, revela o professor da Escola de Belas Artes Fabrício Fernandino, coordenador e curador do evento. Nesta edição, a Bienal também comemora os 85 anos de fundação da UFMG.

Outra novidade é a iniciativa de homenagear um artista a cada edição. O primeiro é o pintor Alberto da Veiga Guignard, morto há 50 anos. A conferência de abertura do evento, Mestre Guignard, será ministrada pela historiadora e crítica de arte Sonia Salzstein, professora do Departamento de Artes Plásticas da Universidade de São Paulo (USP). Haverá também uma mesa-redonda formada por ex-alunos de Guignard que contarão histórias sobre o mestre, além de duas exposições programadas com obras do pintor.

Um dos destaques da Bienal 1 é a residência artística, que oferecerá oportunidade aos estudantes de criar trabalhos compartilhados e vivenciados dentro do espaço expositivo. Será construído um ateliê para atuação de oito artistas, sendo quatro do Brasil e quatro do exterior, a partir da segunda quinzena de novembro. De acordo com Fernandino, o conselho curador responsável por selecionar os projetos deverá escolher trabalhos que dialoguem entre si. “A partir dessa aproximação queremos estabelecer o encontro de ideias, abrindo caminho a possíveis desdobramentos”, adianta.

Além do Brasil, a proposta está sendo divulgada em algumas cidades da Argentina, do Uruguai e do Chile, com o objetivo de estimular a participação de estudantes de outros países da América Latina. A aproximação com a Argentina é facilitada pelo fato de a UFMG integrar rede para formação em artes e desenhos, da qual também participam universidades sediadas em Santa Fé e La Plata. Essa parceria garante o custeio do transporte de participantes provenientes de qualquer uma das instituições. Os visitantes das mostras no Espaço CentoeQuatro poderão conferir o trabalho dos residentes, interagindo e participando do processo criativo.

A UFMG abrigará a conferência Transversalidade na arte contemporânea, que será ministrada pelo historiador da arte, crítico e curador mexicano Cauhutémoc Medina no dia 12 de novembro, no auditório da Reitoria. Outra atração será a exposição UFMG 85 Anos, com fotos da universidade organizada pelo fotógrafo Foca Lisboa.

Outra dimensão

O Museu de Arte da Pampulha abrigará o V Fórum Arte das Américas, evento internacional promovido pelo instituto homônimo, com o objetivo de discutir questões da transversalidade na cultura contemporânea. Arte e ciência, transarquitetura, intermidialidade e crítica e curadoria serão alguns dos temas abordados. O encerramento do Fórum será na Galeria Livrobjeto, que abrigará a exposição Livro de artista. Obras de viés artístico, com anotações, formato e conteúdo específicos, serão exibidas durante a mostra. “Essa é uma forma de estendermos o espaço, criando outra dimensão para a obra de arte”, observa Fernandino.

Realizada em 2010, a primeira edição da Bienal expôs obras de 70 estudantes brasileiros e estrangeiros na Biblioteca Universitária da UFMG e Escola Guignard da Universidade do Estado de Minas Gerais (Uemg). O evento foi idealizado com o objetivo de resgatar o espírito dos antigos salões universitários de arte, promovidos nos anos 1970 em Belo Horizonte, que abriam espaço para jovens artistas.

 

How to Conduct Keyword Research
watch game of thrones online free Value for performance really matters

and Lady Gaga starving for fashion
cheap flights and ankle zippers that showcase your bottom half

Bridesmaid Dress Trends for 2011
onlinegames clothes in my closet

Choosing a Career in the Fashion Industry
jeux fr which makes it much more susceptible to currency shocks

If you could resurrect a fashion trend from the past
miniclip Get a few lines put in your sideburns

7 Spring break nail polishes
kleider Chose a natural or clear polish

Polo Boots choosing for you
ballkleider exercise fashion

Men s Necklaces Make Their Mark
cool math games january the big apple fashion week refers brooklyn

Compartilhar