Jovens vencem dificuldades financeiras e sociais, entram em universidade pública e aconselham: ‘Nunca desista’

Jovens vencem dificuldades financeiras e sociais, entram em universidade pública e aconselham: ‘Nunca desista’

O início das aulas da Universidade Federal do Paraná (UFPR) costuma ser um momento especial na vida dos calouros. São sonhos, propósitos e objetivos mesclados com a ansiedade de novas descobertas e experiências.

Para aqueles que estudaram em escolas públicas ou então que recebem benefícios de programas sociais, a conquista tem um sabor ainda mais singular.

A família é atendida pela Fundação de Ação Social (FAS), da Prefeitura de Curitiba, e recebe auxílio de dois programas sociais – Bolsa Escola e Família Paranaense.

Iarytssa terminou o ensino médio ano passado em uma escola estadual que fica na Cidade Industrial de Curitiba (CIC), bairro onde mora.

“Não esperava passar no primeiro vestibular. Tinha uma visão totalmente diferente da UFPR. Eu sabia que tinha capacidade para entrar na faculdade, mas não imaginava que seria na UFPR. Achava que era impossível para quem não fizesse cursinho”, explica.

A partir de segunda-feira (19), quando começam as aulas, Iarytssa vai dividir a jornada diária entre a universidade no turno da noite e o trabalho.

Desde os 16 anos, ela trabalha na Volvo, com uma vaga conquistada pelo Jovem Aprendiz, uma iniciativa do governo federal.

“É meu primeiro emprego”, relata a caloura. Ela conta que quer continuar na Volvo: “Meu contrato acaba em maio no departamento. Não me prendo só à empresa, mas pretendo ficar na Volvo, pretendo voltar para lá [caso não surja uma oportunidade de estágio após o fim do contrato]”.

“Saí, fui na igreja. Às 22h, quando voltei para casa, vi que tinha recebido várias mensagens de parabéns. Fui a última a saber”, lembra.

Ao ter conhecimento da aprovação, ela conta que rodou pela cabeça uma retrospectiva de 2017. “Passou tudo o que vivi, que valeu a pena eu ter me esforçado”, afirma.

Fonte: G1.COM

Compartilhar