Juntos fazemos mais – Reitor Carlos Alexandre (UFRGS)

Juntos fazemos mais – Reitor Carlos Alexandre (UFRGS)

Outubro promete ser um dos meses mais vigorosos na Universidade. Os eventos acadêmicos, que ensejam o debate, a reflexão, a construção coletiva e o caráter muitas vezes estratégico, fazem avançar o conhecimento e dão visibilidade às atividades cotidianas da Universidade. Encontro de caráter institucional e transdisciplinar, o Salão UFRGS, sob o tema REDES SOCIAIS Conexões que transformam, irá discutir o impacto e as potencialidades das redes sociais no cotidiano das pessoas e das atividades acadêmicas. Do ponto de vista das ações da comunidade, a edição do UFRGS Criança, projeto voluntário realizado por docentes, técnico-administrativos, discentes e apoiado pela ADUFRGS e ASSUFRGS, nas instalações da Escola de Educação Física, Fisioterapia e Dança (ESEFID) reuniu cerca de 800 crianças e seus familiares para atividades lúdicas e recreativas, recuperando uma tradição de acolhimento e pertencimento.

Também merece destaque a programação cultural preparada pelo Departamento de Difusão Cultural da Pró-reitoria de Extensão para este ano, que tem encantado a todos os que vêm lotando o Salão de Atos. Para exemplificar, num único dia a Universidade ofereceu à sociedade gaúcha o empolgante concerto de Renato Borghetti e sua Fábrica de Gaiteiros, e a belíssima aula-espetáculo de Vitor Ramil.

Essas atividades expressam o envolvimento de dezenas de pessoas e muito tempo de organização, requerendo alta dedicação e motivação e demonstrando clareza de objetivos e harmonia no fazer institucional. O desempenho ordenado do conjunto se traduz no sucesso dessas ações que, em consonância com as demais atividades acadêmicas, têm contribuído para a missão institucional de democratizar o acesso ao conhecimento, ao saber e à cultura.

E, assim, a UFRGS vai fazendo seu papel para enfrentar a crise, que chega na forma do ajuste do orçamento e, principalmente, do desalento pessoal que a continuada dificuldade econômica e política do país a todos impõe. Na Universidade, passamos boa parte do dia, durante muitos anos ou por quase toda uma vida. E é neste ambiente que podemos efetivamente fazer a diferença. Com a clareza da missão, dedicação e harmonia, é possível enfrentar o momento crítico, vencê-lo com coragem e resiliência, e dele emergir com serenidade e preparados para o próximo ciclo. A nossa comunidade está demonstrando que é possível.

Carlos Alexandre Netto – Reitor da UFRGS

Compartilhar