Lançamentos nas Editoras das Universidades

Lançamentos nas Editoras das Universidades

Editora da UFSC lança livro detalhado sobre o pinheiro brasileiro

Tudo o que se possa imaginar sobre a Araucaria augustifolia, espécie comum nas regiões de planalto do sul do Brasil, é encontrado no livro “O pinheiro brasileiro“, de João Rodrigues de Mattos, que acaba de ser publicado pela Editora da UFSC. Só o fato de reunir 560 figuras – fotos, desenhos, mapas, gráficos – e 127 tabelas dá a dimensão da profundidade da pesquisa do autor, engenheiro agrônomo aposentado que tem 12 obras editadas e mais de 100 trabalhos científicos publicados, especialmente sobre botânica.

Com 702 páginas, o livro de Rodrigues de Mattos começa fazendo um histórico da exploração da madeira do pinheiro nativo, fala das diferentes formações de pinheirais, analisa a sua propagação por meio de pinhões e os aspectos climáticos e geológicos relacionados à planta, que ainda é encontrada em boa quantidade nos estados do Rio Grande do Sul, Santa Catarina e Paraná, além de parte de São Paulo e, em menor grau, em Minas Gerais.

O livro também pode ser útil para quem planeja plantar o pinheiro, pois há um capítulo dedicado ao preparo do solo, adubação, espaçamento e outros cuidados requeridos pelo cultivo. A anatomia do pinheiro (lenho, galhos, raízes, folhas e frutos), a maturação, a armazenagem dos pinhões e os melhoramentos feitos por meio da tecnologia igualmente fazem parte da obra. O autor chega a detalhar aspectos relativos a queimadas e suas consequências, e dedica uma página à análise da brotação de pinheiros queimados e dos sobreviventes.

O nível de detalhamento do tema é tão acentuado que Rodrigues de Mattos se detém sobre números e medidas das árvores, processos de secagem da madeira e o seu beneficiamento, ou seja, a laminação, colagem e transformação em compensado. Outros derivados de alguns tipos de pinheiro são a celulose, o papel e a resina. No final, o autor compila dados sobre o número ideal de plantas por hectare, despesas com a plantação, custos de produção da madeira e as principais utilidades do pinheiro, que vão da construção de moradias aos pratos feitos à base de pinhão, passando pela fabricação de lápis e fósforos, mobiliário, aberturas, brinquedos, andaimes, pontes e embarcações.

Unidade de conservação

Na introdução, o autor lamenta a redução da área recoberta de pinheiros no Brasil. Para ele, isto aconteceu “por falta de conscientização geral, ou seja, o pinheiro cedeu espaço aos campos de pastagem ou para o plantio de soja”. Na contracapa, o professor Miguel Pedro Guerra, do Centro de Ciências Agrárias da UFSC, destaca que Mattos, “um dos mais prestigiosos botânicos do Brasil”, chegou a transformar sua propriedade rural, em São Joaquim, onde essas espécies ainda imperam, em uma unidade de conservação. “Pelo menos lá temos a certeza de que as novas gerações poderão contemplá-las e saber de suas histórias intemporais”, afirma.

João Rodrigues de Mattos é formado em Horticultura pela Escola Técnica de Agronomia de Viamão (RS), onde lecionou por oito anos, e é engenheiro agrônomo pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Estudou botânica no herbário de Assunção, no Paraguai, e tornou-se doutor pela Faculdade de Ciências Médicas e Biológicas de Botucatu (SP). Coletou mais de 32 mil plantas, depositadas em museus botânicos nacionais e estrangeiros.

Informações: (48) 3721.9680 / e-mail: editora@editora.ufsc.br
________________________________________

Alunos de Engenharia Elétrica da Univasf lançam livro de Eletrônica Analógica

Os alunos do 8º período do curso de Engenharia Elétrica da Universidade Federal do Vale do São Francisco- Univasf, Vital Pereira Batista Junior e Quelle Gomes dos Santos lançaram esta semana o livro “Experimentos de Eletrônica Analógica – Diodos, Transistores e Amplificadores Operacionais“. A publicação trata de experimentos de eletrônica analógica realizados no Laboratório de Eletrônica Digital da universidade, sob a orientação do professor Isnaldo Coelho.

O livro é o resultado de simulações desenvolvidas durante a disciplina Eletrônica Analógica, ministrada no 6º período do curso. São oito capítulos com experimentos que verificam a aplicação prática dos componentes estudados. A estudante Quelle dos Santos, uma das autoras da obra, sente um misto de satisfação e dever cumprido ao ver o trabalho publicado. “Quando a gente percebe que tudo que estuda na disciplina pode ser aplicado na prática, o aprendizado aumenta”, complementou Quelle.

Este é o segundo livro publicado pelos estudantes. Em Abril deste ano, Quelle, Vital e mais outros dois alunos do Engenharia Elétrica, Lucas Pires e Rafael Lima, lançaram “Experimentos e Sistemas de Controle”. O trabalho também foi desenvolvido em uma disciplina do 6º período do curso, neste caso, Laboratório de Controle I, com a orientação do professor Eduard Montgomery. Para o estudante Vital Pereira, as publicações representam uma importante contribuição para a formação dos profissionais da área. “O Brasil tem muitos bons livros teóricos de engenharia elétrica, mas a área de experimentos ainda é pobre. Com estes trabalhos, nós decidimos compartilhar as informações para colaborar no desenvolvimento dos estudos práticos de estudantes de todo o país”, concluiu Vital. “Experimentos de Eletrônica Analógica – Diodos, Transistores e Amplificadores Operacionais” pode ser adquirido através do link abaixo.

Fabíola Moura
Link: http://www.agbook.com.br/book/48377–EXPERIMENTOS_DE_ELETRONICA_ANALOGICA

Compartilhar