Livro escrito por professora do curso de Letras da UNIFAL-MG é lançado pela UNESP

Livro escrito por professora do curso de Letras da UNIFAL-MG é lançado pela UNESP

A obra é fruto da tese de doutorado de Fernanda Aparecida Ribeiro

“Anita Garibaldi coberta por histórias” é o título do livro escrito pela professora do curso de Letras da UNIFAL-MG, Fernanda Aparecida Ribeiro, lançado essa semana pela editora Cultura Acadêmica, segundo selo da editora da UNESP.

Fruto da tese de doutorado apresentada à Faculdade de Ciências e Letras da UNESP de Assis-SP, no ano de 2010, a obra contextualiza a história de Anita a partir de quatro obras: duas brasileiras (“A guerrilheira” – João Felício dos Santos e “Anita” – Flávio Aguiar), e duas argentinas (“Anita Cuberta de Arena” – Alicia Dujovne Ortiz e “Anita Garibaldi” – Julio Sierra).

A autora conta que o interesse pelo tema partiu da leitura do romance argentino de Alicia Dujovne Ortiz, que construía uma figura diferente da conhecida guerrilheira Anita, da Revolução das Farroupilhas. “Era realmente a história de Anita Garibaldi, mas não aquela história da Anita lutando com Garibaldi nos campos de batalha. O romance falava das lutas, mas não as descrevia, retratava Anita sempre dentro de casa, sempre cuidando dos filhos, mas também sempre com aquela vontade de lutar ao lado de Garibaldi. Isso me chamou muito a atenção”, explica.

Motivada a investigar mais sobre esse outro lado da revolucionária catarinense, a professora buscou na literatura e na história, a biografia da personagem e concluiu que com a chegada da República no Brasil, houve uma tentativa de fabricar uma “heroína” no país, e Anita foi escolhida. “Quando a Anita lutou, era uma sociedade totalmente patriarcal, mulher em uma guerra era inconcebível. Por isso, a Monarquia tentou apagar o seu rastro e muita coisa se perdeu, inclusive, a certidão de nascimento dela. Mas quando entrou a República, eles tentaram resgatá-la”, comenta.

De acordo com Profa. Fernanda, o modelo que conhecemos foi construído pelo próprio Giuseppe Garibaldi na narrativa da obra “Memórias” (1860), publicado no Brasil em 1907, em que retrata a imagem de uma mulher guerreira. Depois disso, alguns escritores brasileiros começaram a mostrar uma versão também da vida privada de Anita, abstraída de relatos de filhos ou netos de pessoas que a conheceram.

O e-book “Anita Garibaldi coberta por histórias” está disponível para download no site da editora Cultura Acadêmica, endereço: http://www.culturaacademica.com.br/catalogo-detalhe.asp?ctl_id=166. Para baixá-lo, basta se cadastrar no site. A versão impressa também pode ser adquirida, com o pagamento de uma taxa.

SOBRE A AUTORA

Natural de Bernardino de Campos-SP, Fernanda Aparecida Ribeiro cresceu e se formou em Assis-SP, tendo estudado também em Londrina-PR. Especializada em literatura latino-americana pela UNESP, a professora faz parte do corpo docente da Universidade Federal de Alfenas desde 2010, sendo também, coordenadora dos cursos de Licenciatura e de Bacharelado em Letras, da instituição.

Compartilhar