Lula manda pagar gratificação para professores e servidores da UnB

Lula manda pagar gratificação para professores e servidores da UnB

 

Brasília – O presidente Luiz Inácio Lula da Silva determinou hoje (8) ao Ministério do Planejamento que volte a pagar a Unidade de Referência de Preços (URP) – espécie de gratificação que recompõe perdas salariais provocadas por planos econômicos – aos professores e servidores da Universidade de Brasília (UnB), em greve há 29 dias.

Na manhã de hoje, segundo interlocutores da Presidência, Lula se reuniu com o ministro do Planejamento, Paulo Bernado, e com representantes da Advocacia-Geral da União (AGU). No encontro, o ministro fez um relato das negociações com os grevistas, e Lula determinou que a pasta voltasse a pagar a URP até que o Supremo Tribunal Federal (STF) decida sobre o assunto.

Ainda segundo fontes do Planalto, a determinação do presidente seria comunicada aos grevistas. No entanto, antes disso, os professores e servidores da UnB foram ao Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB), sede provisória do governo, para fazer uma manifestações e tentar um encontro com Lula.

O comando de greve foi recebido pelo chefe de gabinete adjunto de Gestão e Atendimento da Presidência, Swedenberger Barbosa, que comunicou a decisão de Lula. Com isso, os grevistas desistiram do ato de protesto. Pouco antes, eles chegaram a encenar uma peça teatral na qual o ministro do Planejamento, Paulo Bernado, era representado por um boneco que “devorava” os salários dos professores e servidores da UnB.

Ivan Richard, Agência Brasil

Compartilhar