Mais fácil achar ouro que médico, diz chefe de hospital do câncer

Mais fácil achar ouro que médico, diz chefe de hospital do câncer

“Está mais fácil achar ouro do que encontrar [médico] especialista”. A afirmação é de Henrique Prata, diretor do Hospital de Câncer de Barretos -referência no tratamento público da doença- que apoia “110%” a proposta do governo federal de facilitar a vinda de médicos estrangeiros para atuar no Brasil.

Defensor da ideia de trazer profissionais de outros países mesmo antes do plano do governo, Prata disse que o próprio hospital administrado por ele tem hoje um déficit de 70 médicos. Não consegue ocupar as vagas, segundo o diretor, por falta de gente no mercado.

“Não tem médico. Concordo 110% com essa visão do governo. Falta profissional no interior, e só assim [com a ‘importação’] será possível resolver o problema. Nós não achamos [médicos], principalmente especialistas.”

Henrique Prata, do Hospital de Câncer de Barretos, que defende importação de médicos estrangeiros

A medida é polêmica e já recebeu críticas de entidade como o CFM (Conselho Federal de Medicina), que diz que um dos principais problemas da falta de médicos no país são os baixos salários.

Prata defende, porém, a qualidade dos médicos estrangeiros. Por isso, afirma o diretor, ele cita os casos de profissionais da saúde da Espanha e de Portugal.

“Eu conheço a maioria das faculdades [de medicina] de Portugal. Estão no nível de USP. Na Espanha também. São países sérios. E o nível de formação deles é muito bom.”

Em Barretos, Prata tem hoje pesquisadores estrangeiros no hospital. Em 2011, quando o hospital de câncer tinha déficit de 38 oncologistas, ele disse à Folha que pensava em resolver o problema trazendo médicos estrangeiros. Isso só não foi feito ainda, segundo Prata, por “questões burocráticas”.

NA PRÁTICA

A situação, declara, é pior em regiões onde há menor concentração de profissionais. O Hospital de Câncer de Barretos tem um programa que faz atendimento de saúde no Norte e Nordeste do país, com carretas que percorrem essas regiões.

“Lá, é uma tristeza”, afirma ele referindo-se à falta de profissionais nos locais por onde passam as unidades móveis de atendimento.

“Esse problema você não supera do dia para a noite. A medida do governo é correta. Foi preciso muita coragem para mexer nesse vespeiro. Tem que ter firmeza”, avalia Prata, para quem os opositores à ideia de trazer estrangeiros são corporativistas.

 

João Alberto Pedrini – Folha de São Paulo

 

Miss Teen USA 2009 pageant fashion pictures
watch game of thrones online free It probably sucks horribly

Peplum jacket and flirty skirt the look of a lady
free games online You can choose to opt for fur coats

A San Diego Fashion Trend
free online games for a pair of STFs

Wholesale Womens Shoes To Be Stocked Up As Per Fashion Trends
cheap flights When the two Nanas fall in love with the same apartment

home to serenity and felicity
forever 21 pizzazz or approach among abercrombie a stack of clothing

Buso Renkin Box Set 2
miniclip I lost a favorite dress that way

Suit Selection Tips for Tall and Slim Men
kleider fans have long appreciated her quirky yet classy clothes

Management Discusses Q3 2013 Results
ballkleider best search engine optimization 15 unattractive superhero dvds of

Compartilhar