MEC quer tornar mais rápido o reconhecimento de diplomas obtidos na França

MEC quer tornar mais rápido o reconhecimento de diplomas obtidos na França

Brasília – O Ministério da Educação (MEC) quer agilizar o reconhecimento do diploma de estudantes que fizeram graduação na França. Segundo o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, a área de engenharia é uma das prioridades.

“Eles [os franceses] demandam um padrão de certificação para o diploma, a exemplo do que Portugal e Espanha pediram. Vamos fazer uma comissão da Andifes [Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior], com as universidades francesas para debater [o assunto]”, informou o ministro, durante o evento Diálogo de Alto Nível Brasil-França.

Atualmente, a França é o terceiro principal destino dos bolsistas brasileiros do Programa Ciência sem Fronteiras e já recebeu 4,8 mil bolsistas, dos quais 2.226 ainda se encontram naquele país. A maioria é da área de engenharia.

Segundo Mercadante, o MEC também estuda a inclusão do francês e de outros idiomas na avaliação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). “Se houver um volume significativo de estudantes para que seja mais uma opção [de língua estrangeira], poderemos ampliar não só para o francês, estamos estudando outras possibilidades. Porque nos interessa ter, como segunda opção linguística, além do inglês e do espanhol, outras possibilidades, como o mandarim, o alemão.”

Durante a visita do presidente francês, François Hollande, foram assinados diversos acordos na área educacional. Entre eles, o que prevê o aumento do número de bolsas de mestrado profissional do Ciência sem Fronteiras, por meio da recepção, no ano que vem, de 500 bolsistas brasileiros, e até 500 bolsistas brasileiros suplementares a partir de 2015.

O governo brasileiro também assinou memorando de entendimento para estabelecer um programa de intercâmbio para cientistas e professores altamente experientes, na universidade francesa Sorbonne.

O presidente François Hollande destacou que a França é o terceiro país que mais recebe estudantes do exterior.  Segundo Hollande, o país pretende acolher mais 10 mil estudantes brasileiros no próximo ano. “A França considera que receber estudantes de todo mundo é um investimento, não um favor, uma caridade”, afirmou.

Heloisa Cristaldo -Repórter da Agência Brasil

 

 

Diane von Furstenberg Fashion Show a Hit
free games online The dial is textured black with silver hands

Best Western of Birch Run
online games in case some got torn

Tunics are stylish and comfortable both
cheap bridesmaid dresses In this example we see 2

How to Put a Picture on the Photo Blankets
cheapest flights counteracting plain sheaths

Gold Buyer Gets Seniors More Cash for Golden Years
onlinegames Pisces love unique pieces that have a dreamlike quality

Aeropostale Management Discusses Q4 2012 Results
miniclip Thylane Loubry Blondeau has been modeling since the age of four

Top 5 fashionable movies Try out a new one tonight
ballkleider draw domain portfolios for females

How to Make a Yoga Skirt
cool math For those that are just the fad

Compartilhar